R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha
Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Rio e cidades/Notícias

Icone de Rio e cidades Rio e cidades

publicado em 20/10/2009 às 22h04:

Traficantes do morro dos Macacos invadem morro São João

Helicópteros da Polícia Militar sobrevoam morro São João e favela do Jacarezinho; ainda não há informações sobre feridos ou tiroteios

Mario Hugo Monken, do R7, no Rio

 
Informações do Serviço de Inteligência da Polícia Civil do Rio de Janeiro apontam que traficantes dos morros dos Macacos, da Rocinha, em São Conrado, na zona sul, e do morro de São Carlos, no Estácio, zona central, lançaram uma ofensiva na noite desta terça-feira (20) para invadir favelas comandadas por uma facção rival.

O grupo atacou o morro de São João, no Engenho Novo e, segundo o que testemunhas disseram aos policiais, tomaram o controle das bocas-de-fumo da comunidade. Em seguida, o bando foi em direção à favela do Jacarezinho para tentar expulsar a quadrilha inimiga.

Os agentes disseram ao R7  que uma outra parte do grupo foi para a zona sul, para atacar o morro do Pavão-Pavãozinho e a Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana. A guerra do tráfico no Rio iniciada desde o último sábado (17) já deixou pelo menos 24 mortos.

A polícia informou que os traficantes dos Macacos tomaram duas outras favelas no Engenho Novo que eram comandadas pela quadrilha que atuava no São João, Céu Azul e Rato Molhado. Os agentes disseram ainda que os traficantes do Jacarezinho, que também foi alvo de uma ataque dos bandidos rivais, aguardam um reforço de aliados do complexo de favelas do Alemão, zona norte, para tentar retomar o São João. 

O comandante do 3º BPM (Méier), tenente-coronel Álvaro Moura, disse ao R7 que não há informações sobre tiroteios no Morro de São João e que a suposta invasão pode ser uma estratégia de fuga dos traficantes.

Nesta terça-feira, a Polícia Militar realizou operações em várias comunidades para reprimir o tráfico de drogas. Nas ações, uma pessoa morreu e armas foram apreendidas. Nos morros do Fallet e do Fogueteiro, no Rio Comprido, zona norte, os PMs recolheram uma metralhadora, um carregador e dez munições. Três suspeitos foram presos. Houve tiroteio e um suposto traficante morreu. No complexo de favelas da Maré, zona norte, um suspeito foi preso e uma granada foi apreendida. Na área de Bangu, zona oeste, uma pistola foi recuperada. No morro dos Macacos, um corpo foi achado em um carrinho de supermercado. Um menor de idade foi apreendido e os policiais acharam ainda uma pistola. 

Por volta das 13h30 desta terça-feira o terceiro policial morto na queda do helicóptero da Polícia Militar, ocorrida sábado (17) durante confronto com traficantes no morro dos Macacos, em Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro, foi enterradono cemitério de Sulacap, zona oeste da capital.

Muitos parentes e amigos prestaram homenagens. Um helicóptero jogou pétalas de rosas sobre o caixão durante o sepultamento. A guerra do tráfico no Rio já deixou 24 mortos. A Polícia Militar do Rio não confirmou se o corpo encontrado entre as ruas Luiz Barbosa e Torres Homem, perto do morro dos Macacos, também é vítima da guerra do tráfico. 

Muitos parentes e amigos prestaram homenagens. Um helicóptero jogou pétalas de rosas sobre o caixão durante o sepultamento. A guerra do tráfico no Rio já deixou 24 mortos. A Polícia Militar do Rio não confirmou se o corpo encontrado entre as ruas Luiz Barbosa e Torres Homem, perto do morro dos Macacos, também é vítima da guerra do tráfico.

 
Veja Relacionados:  Polícia Militar, Rio, policial morto, morro dos Macacos
Polícia Militar  Rio  policial morto  morro dos Macacos 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 


 

 


Shopping
Ir para a home do site