Padre suspeito de abusar sexualmente de menino de 11 anos é preso no Amapá

Pároco já era investigado pela PF pelo mesmo crime e foi flagrado por crianças

Um padre católico de origem italiana, que atuava como pároco substituto em Mazagão, município de Macapá (AP), distante 34 km da capital, foi preso na manhã de quinta-feira (11) suspeito de abusar de um menino de 11 anos.

O padre, que já era alvo de investigação por parte da Polícia Federal em Macapá pelo mesmo motivo, tinha sido transferido recentemente a Mazagão.

O delegado da Polícia Civil Sandro Torrinha cumpriu mandado de prisão preventiva emitido pelo juiz da comarca, Saloé Ferreira, após familiares denunciarem que o menino teria sido abusado pelo padre durante as festividades da Semana Santa numa das salas da casa paroquial.

Leia mais notícias de Cidades

Segundo o delegado, o padre pediu ao garoto para acompanha-lo até a sala onde aconteceu o abuso. O menino, que estava brincando com outra crianças, seguiu o padre.  Após algum tempo, os colegas foram procurá-lo na casa paroquial, onde presenciaram o abuso e começaram a gritar para chamar a atenção.

O menino abusado, as crianças que testemunharam o crime e familiares foram ouvidos pela polícia, que solicitou a prisão preventiva do padre. Preso, ele foi transferido ao Iapen (Instituto de Administração Penitenciária do Amapá ).