Promotora sequestrada na Bahia foi estuprada

Juíza também foi levada, mas não sofreu abuso

Do R7, com Rede Record

Dois suspeitos de envolvimento no crime foram apresentados na quarta-feira Vaner Casaes/Estadão Conteúdo

A Polícia Civil informou que a promotora sequestrada junto com uma juíza no bairro de Boa Vista de São Caetano, em Salvador (BA), foi estuprada pelos criminosos. O crime aconteceu no dia 15 de novembro e quatro suspeitos foram presos, entre eles dois menores de idade.

Os envolvidos foram apresentados pela Secretaria de Segurança Pública na quarta-feira (21) e confessaram o crime. As vítimas não tiveram o nome divulgado.

Leia mais notícias de Cidades

A promotora trabalha em uma cidade do interior da Bahia e estava acompanhada em um carro com a juíza, que atua em outro Estado. As duas estacionavam o carro em um bar quando foram abordadas pelos criminosos. A juíza foi a primeira a ser libertada, mas a promotora ficou mais de 24 horas com os suspeitos.

Os envolvidos foram presos com pertences das vítimas, além de armas e drogas. Eles serão indiciados por pelo menor quatro crimes. Os menores devem responder apenas medida socioeducativa.

 

 

  • Espalhe por aí:
Publicidade
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!