Advogado de Joesley vai pessoalmente ao gabinete de Fachin defender a revogação da prisão

Por Mariana Londres, de Brasília

Kakay no dia da chegada de Joesley a Brasília
Kakay no dia da chegada de Joesley a Brasília Ueslei Marcelino/11.09.2017/Reuters

O advogado de Joesley Batista, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, foi pessoalmente na manhã desta quinta (14) ao gabinete do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato  no STF, para defender a revogação da prisão. O pedido foi entregue ontem (13) ao STF. 

Na saída, ele conversou com a produtora Myrcia Hessen, do Jornal da Record e disse que esteve com o ministro para "verbalizar" o pedido: "é absolutamente normal advogados fazerem despachos orais para defender o cliente", explicou. 

— Viemos pedir a revogação da prisão. Eles estão dentro do prazo do acordo [para entregar material] de 30 de outubro. O descumprimento na visão do Dr. Janot ocorreu e na nossa visão não ocorreu. Eles tinham até o dia 30 para apresentar qualquer documento que Janot julgasse necessário. Na verdade nós sabemos o que aconteceu. O Dr. Janot foi massacrado pela grande imprensa por ter dado imunidade, e queria ao final do mandato levantar essa que talvez tenha sido a maior crítica ao mandato dele. Meu principal objetivo aqui é a liberdade. Até porque eu não trabalho com a delação. Eu trabalho exatamente no processo com essa prisão. 

  • Espalhe por aí:

Twitter

Compartilhe
NATIVE ADS

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log