Distrito Federal

Distrito Federal

20/7/2013 às 00h29 (Atualizado em 20/7/2013 às 14h22)

Acusado de matar índio toma posse em concurso como portador de necessidades especiais

Segundo a Secretaria de Administração Pública, ele tem problemas na visão

Do R7

O índio teria sido queimado vivo enquanto dormia em uma parada de ônibus da Asa Sul por um grupo de jovens ED FERREIRA/20.04.1997/AE

Acusado de participar da morte do índio pataxó Galdino Jesus dos Santos, de 44 anos, em 1997, Eron Chaves Oliveira tomou posse recentemente em um concurso público do Detran-DF (Departamento de Trânsito do DF), após concorrer às vagas de PNE´s (Portadores de Necessidades Especiais).

O índio teria sido queimado vivo enquanto dormia em uma parada de ônibus da Asa Sul, área central de Brasília, por Eron e um grupo de amigos. Na época, eles disseram que a ação criminosa não passava de uma “brincadeira” e que a intenção era somente assustar o pataxó, que morreu horas após no Hospital de Base com 97% do corpo queimado. Agora, 16 anos depois do homicídio, Eron tenta retomar a vida. Enquanto ainda estava preso, foi beneficiado pelo regime semiaberto e se formou no curso de Direito em uma faculdade particular de Brasília. 

Eron foi aprovado em todas as etapas do último concurso do Detran-DF, realizado em dezembro de 2011 pela banca Funiversa (Fundação Universa). Ele tomou posse e já começou a trabalhar como agente de trânsito, com remuneração de R$ 5.458,24.   

Leia mais notícias no R7 DF

Quites com a lei? Veja onde estão os jovens do DF que cometeram crimes que chocaram o País

Assassinos do índio Galdino tiveram tratamento diferenciado, diz promotora

Veja onde e como estão os jovens do DF que cometeram crimes que chocaram o País

Segundo a Funiversa, ele foi inscrito no concurso público para o cargo de agente de trânsito sob o número 0122118600. A banca esclareceu que Eron se declarou portador de deficiência e que cumpriu as formalidades exigidas no item 4.3 do Edital Normativo do concurso, entregando, no prazo determinado laudo médico emitido nos últimos doze meses.  

A Funiversa garantiu que o candidato que se declarar portador de deficiência é submetido a perícia médica promovida pela Secretaria de Estado de Administração Pública, que verificará sua qualificação como portador de deficiência, o grau da deficiência e a capacidade para o exercício do respectivo cargo, nos termos da Lei.

A Secretaria de Administração Pública explicou que o candidato passou por todos os exames realizados pela Junta Médica e cumpriu os requisitos para ocupar o cargo, de forma legal, conforme previsto na legislação e no edital do concurso. A pasta informou ainda que o candidato apresenta sintomas de problemas psicológicos e de visão, que justificam a ocupação de um cargo de portador de necessidades especiais.

Faça seu e-mail do R7
Imprima suas fotos no R7!
Venha para o R7 Banda Larga!

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Compartilhe
Beldades

Miss e Mister Surdos são eleitos para representar o DF em concursos nacionais

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Novo estilo de vida

Após viver experiência sexual mal sucedida, bióloga do DF emagrece 60kg

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Sem pudor

Pelados na rua e até cenas de sexo. Veja os desinibidos flagrados no DF

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Eca!

Moradores do DF pedem fast food e encontram até barata na comida

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Alta temperatura

Calor no DF vira piada na internet: veja os memes compartilhados por brasilienses

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Parece gente grande

Bebê fashion, garotinho vegetariano e outras crianças que bombam na internet

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Polêmicas da Furacão da CPI

De briga com partido político a vídeo de sexo no Congresso. Veja todas

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Última moda

Caveiras mexicanas e 'maoris' estão entre as tatuagens mais pedidas no DF

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Distrito Federal

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!