• Twitter Created with Sketch.

Distrito Federal

Aluno da UnB conta história de haitianos traficados ao Brasil em webdocumentário

O jovem ficou duas semanas no Acre, onde milhares de imigrantes chegaram ao Brasil

Do R7, com Agência UnB

Para decisão decidir o tema, Murilo almejava contar uma história que tivesse relevância social e desejava utilizar recursos da internet
Para decisão decidir o tema, Murilo almejava contar uma história que tivesse relevância social e desejava utilizar recursos da internet Murilo Salviano/Divulgação

Para o trabalho de conclusão de curso, o então estudante de jornalismo da UnB Murilo Salvino, de 24 anos, decidiu contar a história dos haitianos traficados ao Brasil em um webdocumentário.

Durante o processo de pesquisa do trabalho, Murilo chegou a passar duas semanas gravando entrevistas e imagens no estado do Acre, onde milhares de imigrantes chegaram ao Brasil.

— Queria ouví-los, escutar a história deles.  Na época que decidi me aventurar nessa história, notei que os jornais quando tratavam do assunto usavam muitos números para descrever os fatos. Mas poucos haitianos eram ouvidos.

Leia mais notícias no R7 DF

O documentário que está disponível em dois idiomas, português e francês, já rendeu um prêmio na Expocom (Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação). O jovem conta que ficou surpreendido com a ilusão que os haitianos têm do país, o Brasil.

— Eles acham que o Brasil é um país de pujança econômica onde há trabalho abundante, principalmente por causa da Copa e das Olimpíadas, e ensino superior gratuito para todo mundo. A gente sabe que não é bem assim.

Para decidir sobre o tema, Murilo disse que almejava contar uma história que tivesse relevância social e desejava utilizar recursos da internet.

Para Murilo, o trabalho foi um grande desafio.

— Comecei pesquisando sobre o Haiti e o processo migratório que se deu após o terremoto de 2010. Viajei sozinho ao Acre e à fronteira do Brasil com a Bolívia, onde até então não conhecia ninguém.

Quem se interessar pode conferir o trabalho no site Até Breve Haiti.

 

  • Espalhe por aí:
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log