Polícia prende suspeitos de jogar gasolina e queimar homem dentro de quiosque na Asa Norte

Polícia prende suspeitos de jogar gasolina e queimar homem dentro de quiosque na Asa Norte

João Paulo Mariano
redacao@jornaldebrasilia.com.br

A Polícia Civil solucionou o crime ocorrido na madrugada desse domingo (10). Olavo Pinheiro da costa, 23, e Otaviano Campos Brito, 22, foram presos na madrugada de hoje e são acusados de terem jogado gasolina e queimado Adriano José Alves Costa, 42, enquanto ele trabalhava em seu quiosque na 710 Norte. A vítima sofreu queimaduras no rosto, braços e nas costas, tendo 18% do corpo queimado, com lesões de 2º e 3º grau.

Os homens foram presos no Varjão enquanto planejavam fuga. A PCDF chegou aos acusados após averiguação com testemunhas, inclusive com a vítima, que os reconheceu em depoimento. No momento do crime, mesmo de madrugada, havia muitas pessoas no quiosque que também identificaram os suspeitos e até onde um deles morava – na própria Asa Norte.

#td_uid_1_59b9a3c373102 .td-doubleSlider-2 .td-item1 { background: url(http://www.jornaldebrasilia.com.br/wp-content/uploads/2017/09/WhatsApp-Image-2017-09-13-at-17.38.46-80x60.jpeg) 0 0 no-repeat; } #td_uid_1_59b9a3c373102 .td-doubleSlider-2 .td-item2 { background: url(http://www.jornaldebrasilia.com.br/wp-content/uploads/2017/09/WhatsApp-Image-2017-09-13-at-17.37.17-80x60.jpeg) 0 0 no-repeat; } #td_uid_1_59b9a3c373102 .td-doubleSlider-2 .td-item3 { background: url(http://www.jornaldebrasilia.com.br/wp-content/uploads/2017/09/dc952803-48cf-43ed-8402-e9bdf8e97d7a-1-696x313-1-80x60.jpg) 0 0 no-repeat; } #td_uid_1_59b9a3c373102 .td-doubleSlider-2 .td-item4 { background: url(http://www.jornaldebrasilia.com.br/wp-content/uploads/2017/09/WhatsApp-Image-2017-09-13-at-17.37.20-80x60.jpeg) 0 0 no-repeat; } 1 de 4
Jornal de Brasília
Jornal de Brasília Jornal de Brasília
A vítima encontra-se com 18% do corpo queimado, com lesões de 2º e 3º grau. Foto: Divulgação
Jornal de Brasília
Jornal de Brasília Jornal de Brasília
O quiosque teve parte do teto e alguns utensílios danificados pelo incêndio. Foto: Myke Sena
Jornal de Brasília
Jornal de Brasília Jornal de Brasília
Foto: CBMDF/Divulgação
Jornal de Brasília
Jornal de Brasília Jornal de Brasília
Foto: Myke Sena

De acordo o delegado chefe da 2 DP, Laércio Rosseto, há duas versões que divergem em alguns assuntos: uma da vítima e outra dos acusados. Em depoimento, os detidos disseram que foram coagidos a cometer a tentativa de homicídio a mando de “Firma de tal”, um traficante que estaria preso por ter sido delatado por Adriano. Assim, eles teriam pego 1,5 litro de gasolina e jogado na vítima.

Já Adriano diz que Otaviano e Olavo sempre bagunçavam na região e são perigosos. Eles queriam comprar bebida alcoólica e Adriano não permitiu. Em seguida, eles teriam jogado gasolina em Adriano, que mexia na chapa quente, o que acabou espalhando fogo pelo quiosque. Rosseto garante que a Polícia continua a investigação para confirmar essas incongruências.

Saiba mais em Jornal de Brasília