Distrito Federal

31 de Outubro de 2014

Notícias

Agente penitenciário confessa ter matado a facadas companheiro no Gama

Após cometer crime, ele tentou se matar tomando veneno

Do R7 | 08/01/2013 às 11h25
Publicidade

O agente penitenciário Alberto Augusto de Teles Guedes, de 37 anos, foi preso na noite da última segunda-feira (7), após matar a facadas o companheiro Edson Teixeira de Carvalho, 37 anos. O crime aconteceu na casa de Guedes no Gama, região administrativa do DF.

Segundo a polícia, tudo começou após o casal ter ingerido bebida alcoólica em um bar. Eles foram para casa onde começaram a discutir. Segundo o agressor, o companheiro o ameaçou com uma faca. Ele conseguiu pegar a arma e esfaqueou o companheiro que caiu morto.

Após o crime, o agente penitenciário que trabalhava no Presídio Feminino do Gama, foi visto na garagem pela irmã, que mora no mesmo lote. Ele estava sujo de sangue confirmou que tinha matado o companheiro. Ela pediu ajuda ao marido, que é policial militar e chamou o socorro.

Leia mais notícias no R7 DF

Mecânico é suspeito de usar carro de cliente para cometer assalto no Gama

Na delegacia, Alberto Guedes confessou o crime e disse que toma remédios controlados. Ele ainda teria tomado veneno na tentativa de se matar. A polícia encontrou um caderno com cartas de despedidas.

Por ser agente penitenciário, Guedes está preso na carceragem do Departamento da Polícia Civil no Sudoeste. Ele vai responder por homicídio por motivo passional.

O Portal R7 está de cara nova. Clique aqui e conheça a maior home dos portais brasileiros!

 

 
Veja Relacionados:  assassinato, morte, passional
assassinato  morte  passional 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS