Distrito Federal

23 de Novembro de 2014

Notícias

Após Justiça liberar, empresas entregam proposta para licitação de novos ônibus para o DF

Processo vai permitir a compra de 3 mil novos veículos para o transporte público

Do R7 | 14/09/2012 às 17h18
Publicidade

Após um tumultuado processo que antecedeu a realização da licitação para a compra de 3 mil novos ônibus para o transporte coletivo do Distrito Federal, o GDF (Governo do Distrito Federal) recebeu na manhã desta sexta-feira (14) os envelopes com as propostas das empresas participantes.

Esta etapa só foi possível depois que o TJDFT  (Tribunal de Justiça do DF e Territórios) derrubou, na noite de quinta-feira (13), uma liminar do TCDF (Tribunal de Contas do DF) que impedia a licitação. Já na manhã desta sexta-feira (14), o TST (Tribunal Superior do Trabalho) suspendeu outra liminar, do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), que também ameaçava a continuidade do processo.

A licitação já tinha sido suspeita anteriormente pelo TCDF (Tribunal de Contas do Distrito Federal) e liberada no dia 9 de agosto.

Leia mais notícias no R7DF:
Polícia recupera carro roubado e desarticula quadrilha de menores

Foram apresentadas nove propostas: duas de consórcios e sete de empresas de ônibus. Na próxima semana, começa uma nova etapa da concorrência, com a análise dos documentos entregues hoje pelos candidatos.

A comissão de licitação acredita que será possível conferir os dados de duas propostas a cada dia útil – o que daria aproximadamente uma semana de análise. No fim dessa etapa, os proponentes terão 10 dias para recorrer à comissão e outros 10 dias para apresentar recursos ao secretário de Transportes, José Walter Vazquez.
 
A previsão é que as empresas escolhidas comecem a operar sem reajustes nos preços das passagens. De acordo com o edital, haverá cobrança de tarifa técnica – paga pelo governo ao transportador, por passageiro – e de tarifa para o usuário, recolhida pelo transportador por meio da cobrança das passagens.
 
O secretário de Transportes do DF, José Walter Vazquez, explica que a concessão terá validade de 10 anos, renováveis por mais 10.

— Calculando o ganho das empresas de ônibus com base nas tarifas atuais, estamos falando de um negócio que movimentará R$ 15 bilhões, somente nesse período.
 
Divisões

A principal mudança prevista pelo edital de licitação está na contratação por bacias. O edital vai selecionar empresas para gerenciar cinco bacias que, juntas, abrangem toda a área urbana do DF. Os vencedores serão responsáveis por atender a exigências como cumprimento de itinerários, pontualidade, número mínimo de veículos em horários de pico e especificações do veículo, como bancos estofados e piso antiderrapante. Caberá ao governo fiscalizar e cobrar as determinações.
 
O edital exige que 100% da frota seja composta por veículos 0km, atenda a normas de sustentabilidade e de acessibilidade e utilize combustível que reduza em 30% a emissão de poluentes.

Assista ao vídeo:

 

 

 

 

 
Veja Relacionados:  licitacao, liberada, envelopes, entregues, propostas, transprote, publico, df
licitacao  liberada  envelopes  entregues  propostas  transprote  publico  df 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS