Distrito Federal

28 de Agosto de 2014

Notícias

Assaltantes de casa no Lago Sul têm 37 passagens pela polícia

De acordo com a polícia, um deles ainda está foragido

Do R7 | 08/04/2013 às 18h28
Publicidade

Somadas, as passagens pela polícia do grupo preso acusado de assaltar uma casa no Lago Sul chegam a 37 registros. Os antecedentes foram informados pela 10ª DP, do Lago Sul, região administrativa do DF.

Dois homens e uma mulher que participaram do crime foram presos neste domingo (7). Um quarto integrante do grupo ainda está foragido.

José Ailton de Assis Pessoa tem 11 passagens por roubo e nove sentenças condenatórias. Juarez Mariano dos Santos tem seis passagens por roubo, uma por tentativa de homicídio e sete por furto.

Leia mais notícias no R7 DF

Polícia apreende meia tonelada de maconha e mais de 300 frascos de lança perfume em rodovia do DF

O quarto procurado pela polícia tem quatro passagens por tentativa de homicídio, uma por roubo, uma por latrocínio, o roubo seguido de morte, e duas por porte ilegal de arma.

Os dois homens presos estão no regime semiaberto. Eles têm autorização judicial para sair para trabalhar, e passar o fim de semana em casa. É um benefício que é previsto na lei de execução penal.

O grupo teria deixado cinco mulheres reféns de cabeça para baixo na cozinha da residência. A informação é do delegado da 10ª DP, Laércio Rosseto.

Segundo ele, o grupo, que realizou o assalto neste domingo (7), age com bastante violência.

— Eles chegaram a dizer que só não mataria as reféns que estavam de bom humor.

De acordo com a ocorrência policial, o trio escolheu a casa mais vulnerável para ser alvo do assalto. Eles invadiram a residência e renderam a família. O grupo conseguiu levar celulares, R$ 2.800 em dinheiro e fugiu com o carro da família.

Eles abandonaram o veículo em uma rua próxima onde o crime aconteceu. A mulher já esperava os dois assaltantes em outro veículo. Eles seguiram para São Sebastião, região administrativa do DF, e dividiram o que conseguiram levar. O que eles não sabiam é que um dos celulares tinha sistema de GPS.

Um dos assaltantes foi localizado ainda dentro do ônibus. Ele cumpria pena no Centro de Progressão Penitenciária no SIA, região administrativa do DF. O homem estava solto porque teve o benefício de saidão do fim de semana. Ao ser preso, o homem entregou os outros comparsas que são casados. 

 

 
Veja Relacionados:  prisão, assaltantes, casa, lago
prisão  assaltantes  casa  lago 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS