Distrito Federal

27 de Maio de 2016

Notícias

Soldado do Exército é suspeito de assassinar ex-mulher de 17 anos com um tiro na cabeça

Ele tem quatro passagens por ameaçar a vítima antes do crime. Polícia investiga o caso

Do R7, com a TV Record Brasília | 29/11/2012 às 09h23
Publicidade

O ex-marido de uma adolescente de 17 anos é suspeito de assassiná-la com um tiro à queima roupa na cabeça no Valparaíso (GO), região do Entorno do DF, na noite desta quarta-feira (28). A sogra da vítima, Cleide Nunes, chorou muito depois de receber a notícia.

— Amava demais a minha nora, ela era muito querida. Estou sofrendo muito e não quero falar.

Mas mesmo aos prantos, a demonstração de carinho não convenceu os familiares da moça. O tio dela, Regi Monteiro, disse que Cleide presenciou cenas de agressão entre o casal e não fez nada.

— Agredia. Ele batia nela lá na casa da mãe dele. Essa história tá muito mal contada.

Leia mais notícias no R7DF

Casos de estupro crescem 31% no Distrito Federal

Homens armados invadem loja de autopeças em Samambaia e levam 13º dos funcionários

A vítima, identificada como Vitória Monteiro, estudava pedagogia e foi encontrada morta na casa do namorado que a teria buscado na faculdade. A sogra da vítima relatou que, até então, a rotina do casal estava normal.

— Meu filho buscou ela na faculdade e eles foram jantar lá em casa. Depois de uns 15 minutos que eles saíram, ele ligou dizendo que tinha sido assaltado e que ela tinha sido baleada. Quando cheguei aqui, me deparei com isso.

O casal teria usado uma moto para ir até a casa do rapaz. Antes de entrar na casa, foi preciso passar pelo portão, que estava trancado. A versão contada pela PMDF (Polícia Militar do DF) é que quando o casal chegou, uma outra moto se aproximou com duas pessoas que teriam mandado o casal subir os degraus.

Depois, o suposto assaltante teria ficado com o rapaz no quarto e o outro com a menina na sala. Em seguida, aconteceu um disparo, os ladrões fugiram e o rapaz encontrou a namorada morta, com um tiro na cabeça.

Nada foi roubado. A versão foi reafirmada no Ciops (Centro Integrado de Operações e Segurança) pelo namorado de Vitória, o soldado do Exército Gustavo Thiago Almeida Nunes. Ele teria ligado desesperado para a família dizendo que tinha sido assaltado e que a namorada estava morta, mas o caso continua sendo investigado.

Agora, a polícia quer encontrar o criminoso o mais rápido possível, uma vez que o namorado da vítima tem quatro passagens por ameaças, todas feitas por Vitória. Em uma delas, o rapaz estaria armado. História que para o tio da jovem faz sentido.

— Nunca aceitou ela estudar. E quando ela estava fazendo faculdade, pior ainda.

Assista ao vídeo:

O Portal R7 está de cara nova. Clique aqui e conheça a maior home dos portais brasileiros!

 
Veja Relacionados:  morte, violência, assassinato, crime
morte  violência  assassinato  crime 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS