Distrito Federal

19 de Dezembro de 2014

Notícias

Governo federal amplia serviços odontológicos no DF

Programa Brasil Sorridente terá custeio ampliado em 159%

Do R7 | 01/11/2012 às 17h51
Publicidade

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou nesta quinta-feira (1º), a ampliação dos serviços odontológicos do Programa Brasil Sorridente no Distrito Federal. A nova expansão do programa, que leva assistência odontológica gratuita à população, representa um aumento no custeio mensal para o DF de 159%. Atualmente, o custeio destinado ao DF é de R$ 123 mil mensais, com o a ampliação passará para R$ 319 mil.

Durante a solenidade, que também contou com a participação do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, o ministro entregou uma UOM (Unidade Odontológica Móvel) para assistir comunidades mais afastadas do DF.

O ministro lembrou que o SUS (Sistema Único de Saúde) tem como meta garantir a saúde integral do cidadão, o que inclui a assistência odontológica.

— Estamos dando um passo para melhorar a vida e a saúde bucal da população do DF.

Leia mais notícias no R7 DF

Garis denunciam que empresária idosa teria tentado expulsá-las da frente de shopping em Águas Claras

O governador do DF lembrou destacou a importância das medidas anunciadas nesta quinta-feira para facilitar o acesso da população aos serviços de assistência à saúde bucal.

— Também estamos entusiasmados com a entrega da unidade móvel, que irá levar assistência odontológica à população que mais necessita.

A ampliação do Programa Brasil Sorridente no Distrito Federal prevê o credenciamento de 55 novas Equipes de Saúde Bucal. Hoje, o DF conta com 23 equipes. Integradas à Estratégia Saúde da Família, essas equipes fazem o primeiro atendimento do paciente, desde a prevenção até o tratamento clínico básico. Elas também são responsáveis pelo encaminhamento do paciente aos serviços especializados, quando necessário.

O custeio mensal das equipes, que recebem incentivo financeiro para implantação e manutenção, vai aumentar de R$ 57.980 para R$ 180.630. Além do custeio, o DF receberá R$ 385 mil, em parcela única, para implantação das novas equipes – R$ 7 mil por equipe – para a compra de equipamentos e instrumentos. Cada nova equipe de saúde bucal receberá, ainda, uma cadeira odontológica no valor de R$ 5.498, um investimento total de R$ 302 mil.

No evento, o ministro oficializa a entrega da Unidade Odontológica Móvel, que funciona como um consultório odontológico itinerante. Com capacidade para realizar cerca de 350 atendimentos/mês, a UOM tem o objetivo de atender as comunidades mais afastadas do Distrito Federal e que enfrentam dificuldades de acesso ao serviço odontológico.

Criado em 2004, o Programa Brasil Sorridente faz parte da Política Nacional de Saúde Bucal. O programa prevê uma série de ações de medidas para facilitar e ampliar o acesso da população ao tratamento odontológico gratuito aos brasileiros por meio do SUS. Entre as medidas do programa destacam-se as ações de promoção e prevenção, com viabilização da adição de flúor nas estações de tratamento de águas de abastecimento público; a reorganização da Atenção Básica em saúde bucal, principalmente com a implantação das Equipes de Saúde Bucal na Estratégia Saúde da Família.

 
Veja Relacionados:  saude
saude 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS