Distrito Federal

16 de Abril de 2014

Notícias

Governo investirá R$ 15 milhões para manter operação de linhas do Grupo Amaral

Arrecadação das tarifas será depositada em conta bancária para gestão da empresa

Do R7 | 25/02/2013 às 12h52
Publicidade

A intervenção do Governo do Distrito Federal no Grupo Amaral custará R$ 15 milhões aos cofres públicos. O valor foi informado durante coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (25), na qual o governador Agnelo Queiroz explicou o motivo ação inédita. Segundo o GDF, a intervenção foi motivada pela série de reclamações registradas pelos passageiros em relação aos serviços prestados pela Viação Valmir Amaral, Rápido Veneza e Rápido Brasília Transportes e Turismo e pelo descumprimento de uma série de obrigações recomendadas pelo governo.

Outro motivo que levou a interferência do governo no serviço de transporte foi o descumprimento do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado entre o Grupo Amaral, o governo e o Ministério Público no ano passado.

No Diário Oficial do DF desta segunda-feira (25), o GDF esclareceu que abrirá uma conta para depositar o valor da arrecadação diária das passagens. O valor será empregado no gerenciamento e investimento no serviço de transportes que atende as regiões administrativas de Planaltina, Sobradinho, São Sebastião, Paranoá e Itapoã.

A nova administração temporária dos serviços prestados por essas linhas vai aproveitar todos os empregados e colaboradores que já atuavam nas três empresas e os bens móveis e imóveis que eram usados para garantir o transporte na região. A intervenção deve durar até o início da operação das novas concessões do serviço ou de contratações emergenciais.

Leia mais notícias no R7 DF

Eleitores do DF já podem agendar recadastramento biométrico pela internet e por telefone

O Grupo Amaral informou por meio de nota que considera o ato "injusto, arbitrário e ilegal". A nota ainda registra que o grupo "tomará as medidas administrativas e judiciais que o caso requer". O grupo afirmou que "as operações nas linhas interestaduais e do Entorno do DF prosseguirão normalmente, sendo que os interventores do GDF já foram informados de que não poderão causar dificuldades na prestação daqueles serviços, sob pena de responsabilidade, inclusive pessoal".

 

 
Veja Relacionados:  intervenção, grupo, amaral, transporte, precário
intervenção  grupo  amaral  transporte  precário 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS