Distrito Federal

19 de Dezembro de 2014

Notícias

Homem acusado de estuprar o próprio filho é reconhecido por outras quatro crianças

Segundo a polícia, o homem pode ter feito mais vítimas

Do R7, com TV Record | 26/02/2013 às 13h19
Publicidade

Rossini Costa e Silva Nascimento foi preso na semana passada acusado de abusar sexualmente de cinco crianças. Uma delas: o próprio filho. Nesta segunda-feira (25), outras denúncias chegaram à Polícia Civil, após a divulgação do caso na imprensa. Mais quatro crianças teriam sido violentadas por ele.

Com as novas denúncias, a polícia acredita que os crimes aconteciam pelo menos desde 2004. Época que a mulher do acusado já cuidava de crianças na própria casa, no centro de São Sebastião, região administrativa do DF.

De acordo com o delegado Érito Pereira Cunha, o ambiente onde as crianças eram abrigadas não tinha a mínima estrutura e bastante hostil. Durante a investigação, a polícia descobriu que o acusado conquistava atenção das crianças com brinquedos e um comportamento carinhoso.

— Ele colocava todas as crianças na sala, pedia para elas tirarem a roupa e dava beijos nelas. Nós também temos conhecimento de que a mulher dele sabia do comportamento dele.

Leia mais notícias no R7 DF

Preços de ovos de Páscoa podem variar de R$ 5 a R$ 950 no DF, diz Sindivarejista

Rossini Costa está preso temporariamente por 30 dias, na carceragem da Polícia Civil. O delegado deve pedir à justiça a prisão preventiva para que ele aguarde o julgamento atrás das grades.

Segundo a polícia, a investigação é delicada e precisa de um trabalho psicológico. Na 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião), as crianças foram encaminhadas para uma brinquedoteca onde passaram o dia até se sentirem à vontade para falar sobre o assunto.

 

 
Veja Relacionados:  prisão, pedófilo, são sebastião
prisão  pedófilo  são sebastião 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS