Distrito Federal

24 de Novembro de 2014

Notícias

Homem que matou namorado da ex é condenado a 16 anos de reclusão

Apesar de ser réu primário, ele não poderá recorrer em liberdade

Do R7 | 12/12/2012 às 17h32
Publicidade

O Tribunal do Júri de Ceilândia, região administrativa do DF, condenou, nessa terça-feira (11), a 16 anos de reclusão, um homem acusado de matar um rapaz que mantinha relacionamento amoroso com sua ex-namorada. Ele foi por homicídio qualificado por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima. A pena deve ser cumprida em regime inicial fechado. 

Conforme a denúncia, na noite de 17 de abril deste ano, em um beco, Rafael Durans Pereira efetuou disparos de arma de fogo contra a vítima Andrew Victor Meireles Cavalcante, que morreu no local. Na ocasião, Rafael conduzia o veículo de Andrew. O acusado havia telefonado para a vítima e, disfarçando sua intenção, atraiu Andrew Victor para o local onde se encontrava e, a partir daí, dirigiram-se ao endereço do crime. 

Leia mais notícias no R7 DF

Número de homicídios cresce 6% no DF

Segundo a denúncia, no local do crime, Rafael ordenou que Andrew descesse do veículo, fez com que se ajoelhasse e disparou contra ele. Para o Ministério Público, o motivo do crime é torpe, consistente no sentimento de posse que o denunciado ainda tinha em relação a ex-namorada com quem a vítima mantinha um relacionamento amoroso. 

Apesar de ser primário e com bons antecedentes, o réu respondeu ao processo preso e não poderá recorrer em liberdade.

O Portal R7 está de cara nova. Clique aqui e conheça a maior home dos portais brasileiros

 

 
Veja Relacionados:  brasília, df, réu, primário, namorado da ex, matou
brasília  df  réu  primário  namorado da ex  matou 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS