Distrito Federal

22 de Setembro de 2014

Notícias

Mãe de bebê que morreu por falta de vaga em UTI vai receber indenização de R$ 200 mil

Ela vai receber também uma pensão, paga pelo Governo do Distrito Federal

Do R7 | 14/02/2013 às 17h16
Publicidade

O TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal) condenou o GDF (Governo do Distrito Federal) a pagar indenização de R$ 200 mil a uma mãe cujo bebê, rescém-nascido, morreu por falta de vaga de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Segundo a Justiça, a mulher sentiu dores e foi até o HUB (Hospital Universitário de Brasília), onde foi medicada e recebeu alta. As dores continuaram e a paciente procurou um posto de saúde, onde deu à luz. Uma das crianças já estava morta e a outra em estado grave. Mãe e criança foram encaminhadas ao Hospital Regional do Gama e lá não havia vaga na UTI neonatal.

Três dias depois, foi concedida uma liminar determinando que o governo internasse a criança em um prazo máximo de 12 horas, na rede pública, ou na falta de vaga, em hospital da rede particular, às custas do poder público. A determinação judicial não foi cumprida e a criança morreu dois dias depois.

Leia mais notícias no R7 DF

Jovem de 22 anos é assassinado a tiros no Gama

Além da indenização de R$ 200 mil, o GDF terá de pagar pensão no valor de 2/3 de salário mínimo,a partir do período em que a filha da  autora do processo completasse 14 anos até quando faria 25 anos. No período correspondente ao intervalo em que a filha da mulher tivesse entre 25 e 65 anos, o valor da pensão pagar deve ser de 1/3 de salário mínimo.

O Portal R7 está de cara nova. Clique aqui e conheça a maior home dos portais brasileiros!

 
Veja Relacionados:  bebe, morre, falta, vaga uti, hospital, gama, indenizacao, mae, justica, condena, R$ 200 mil
bebe  morre  falta  vaga uti  hospital  gama  indenizacao  mae  justica  condena  R$ 200 mil 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS