Distrito Federal

17 de Abril de 2014

Notícias

Mãe de menina morta após receber superdose de adrenalina perdeu outro filho há quatro anos

Bebê morreu depois de fazer cirurgia, com apenas três dias de vida

Fred Leão, do R7 | 26/01/2013 às 14h17
Publicidade

Jane Formiga Morais, mãe da menina Rafaela Luiza, de um ano e sete meses, morta após receber superdose de adrenalina na última quarta-feira (23), perdeu outro filho em um hospital do DF há quatro anos. Ela deu à luz no HUB (Hospital Universitário de Brasília) em 2009. O bebê nasceu com má formação, foi submetido a uma cirurgia, não resistiu e morreu com três dias de vida.

Jane diz acreditar que não houve nenhum erro cometido pela equipe médica do HUB.

— O que aconteceu foi uma fatalidade. O meu bebê não resistiu à cirurgia, infelizmente.

Veja fotos da menina que morreu após receber superdosagem de adrenalina receitada por médica

Segundo a mãe da garota morta no HMIB (Hospital Materno Infantil de Brasília), ela não pretende engravidar novamente, pois possui um problema de pressão arterial que causa complicação da gravidez. Ela conta que seu marido, William Oliveira Morais, de 34 anos, passou por uma cirurgia de vasectomia, para evitar o risco de uma nova gestação.

O casal tem uma filha de 9 anos, Emanuele Cristiny e a família passa por um momento no qual tenta superar a perda de Rafaela. Segundo o tio da criança, José Pedro Junior, irmão de Jane, o momento é difícil.

— Tudo lembra a minha sobrinha. Nossa família era muito próxima e muito apegada à ela.

Leia mais notícias no R7 DF

Carro roubado é recuperado e furtado dentro da delegacia

A família de menina Rafaela pretende entrar com processo na Justiça contra o hospital que atendeu a criança.

De acordo com o promotor do Ministério Público do DF, Diaulas Ribeiro, a médica que indicou a aplicação de adrenalina pode responder a processo por homicídio culposo, quando na há intenção de matar. Isso só ocorreria se o laudo comprovar que a criança morreu devido à injeção.

O CRM-DF anunciou nesta quinta-feira (24) que abriu sindicância para investigar a causa da morte da criança.  O presidente do conselho informou também ao Ministério Público, que, por conta do parentesco com a investigada, se afasta do caso.

O Portal R7 está de cara nova. Clique aqui e conheça a maior home dos portais brasileiros!

Leia notícias sobre o Carnaval 2013 

 

 
Veja Relacionados:  mae, menina, superdose, superdosagem, adrenalina, hmib,perdeu, outro, filho, hub, brasilia, df
mae  menina  superdose  superdosagem  adrenalina  hmib  perdeu  outro  filho  hub  brasilia  df 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS