Distrito Federal

27 de Maio de 2016

Notícias

Painéis de Athos Bulcão começam a ser restaurados no Distrito Federal

Iniciativa foi aprovada pelo IPHAN e deverá custar R$ 300 mil

Gustavo Frasão, do R7 | 16/03/2013 às 16h43
Publicidade

Os painéis de Athos Bulcão começaram a ser restaurados em três lugares do Distrito Federal. A iniciativa faz parte do projeto "Restauração de Painéis de Athos Bulcão" e é resultado de uma parceria entre a Fundação que leva o nome do artista e o CFDD (Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos). A iniciativa foi aprovada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e deverá custar R$ 300 mil.

Os técnicos em restauração começaram as atividades no mês de fevereiro e focam os esforços para restaurar, nesse primeiro momento, os painéis que integram a arquitetura do projeto de Milton Ramos para a Escola Classe 407 da Asa Norte, área central de Brasília.

No colégio existem dois painéis de Athos que passam por processo de limpeza. O responsável pela restauração desses trabalhos, Wagner Matias, disse que essa é a primeira fase do procedimento.

— Essa ação visa resgatar as cores e as formas originais que se alteram e se perdem com o tempo. Dessa forma resgataremos a informação que Athos Bulcão quis transmitir ao criar o painel.

A vice-diretora do colégio, Daniela Nascimento, explicou que a restauração dos painéis vai trazer melhora na parte física da escola e valorizar a parte histórica que o artista deixou para a capital do País.

— Faz parte do tombamento da cidade. As obras embelezam a escola e estimulam a valorização artística desde a infância.

Leia mais notícias no R7 DF

Polícia prende quadrilha acusada de tráfico de drogas

Motorista fura bloqueio da polícia e quase bate o carro

Os outros dois painéis que passarão pelo processo de restauração são os do ISM (Instituto de Saúde Mental) do Riacho Fundo, região administrativa do DF, e do Mercado das Flores que fica em frente ao cemitério Campo da Esperança na Asa Sul, área central de Brasília.

O administrador do ISM, Ronaldo Andrade Freitas, contou que essa atitude é o mesmo que "revitalizar a história do Brasil", uma vez que o espaço onde atualmente está instalado o instituto foi a residência oficial da presidência da república em tempos passados.

Por outro lado, o Mercado das Flores, que é considerado a única "floricultura" aberta 24 horas em todo o Distrito Federal, passará pela restauração porque recebe vários turistas e alunos de escolas ao longo do ano.

A comerciante Maria José Barbosa, de 58 anos, mantém há 26 uma banca no local e está otimista com a iniciativa.

— Todos ficam encantados com o painel de azulejos de Athos Bulcão. Estou aqui desde a criação do Mercado das Flores e nunca vi a obra do artista tão danificada. Restaurá-la além de ser importante para outras gerações que virão, irá atrair mais turistas, e com isso, nossas vendas também vão melhorar.

A empresa que ficou responsável pela restauração dos painéis também restaurou outras obras importantes para o País, como os painéis da Igreja Matriz de Pirenópolis, da Igrejinha Nossa Senhora de Fátima e da Capela do Palácio da Alvorada, em Brasília, além de obras de Aleijadinho e Veiga Valle.

 
Veja Relacionados:  athos bulcão, painéis, azulejos, reforma, revitalização, restauração, obras, artista, arquitetura integrada
athos bulcão  painéis  azulejos  reforma  revitalização  restauração  obras  artista  arquitetura integrada 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS