Distrito Federal

17 de Setembro de 2014

Notícias

Ex-aluno surdo e mudo é preso acusado de estuprar professora na saída de escola

Diretora do colégio também sofreu abusos sexuais do rapaz

Gustavo Frasão, do R7 | 07/12/2012 às 11h27
Publicidade

Uma professora foi estuprada por um ex-aluno, que é surdo e mudo, na saída de uma escola do Jardim Ingá, município de Luziânia (GO), região do Entorno do DF, na tarde desta quinta-feira (6).

Ela estava acompanhada da diretora do colégio, que também foi vítima de abuso sexual. Os crimes aconteceram por volta das 15h, quando as duas entravam no carro. O rapaz, que tem 20 anos, teria pedido carona para elas.

No meio do caminho, o jovem pegou uma faca, colocou no pescoço da motorista [professora] e a obrigou a parar o carro para fazer sexo oral nele. Em seguida, arrancou a roupa da mulher e a estuprou.

Leia mais notícias no R7 DF

Professora é agredida por mãe de aluna dentro da sala de aula

Mulher e três crianças são assaltadas por dois homens enquanto esperavam pessoa dentro de carro

A diretora, que estava no banco de trás, também foi acariciada e tocada pelo jovem diversas vezes enquanto ele abusava da professora. No entanto, ela [diretora] aproveitou um breve momento de descuido do rapaz, que deixou a faca cair, pegou o objeto e saiu do carro gritando e pedindo ajuda.

Ao perceber a manifestação da mulher, o jovem vestiu a roupa e fugiu. A polícia foi acionada e as vítimas informaram o endereço do jovem, que foi preso em flagrante horas depois dentro de casa.

Depois de prestarem depoimento na Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) do Entorno Sul, as vítimas foram submetidas a exames no IML (Instituto Médico Legal) que comprovaram os abusos.

O rapaz vai responder por estupro e, se condenado, poderá pegar até 15 anos de prisão.

O Portal R7 está de cara nova. Clique aqui e conheça a maior home dos portais brasileiros!

 
Veja Relacionados:  professora, diretora, escola, jardim ingá, luziânia, regional de ensino, educação, educadora, estupro, aluno, surdo e mudo
professora  diretora  escola  jardim ingá  luziânia  regional de ensino  educação  educadora  estupro  aluno  surdo e mudo 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS