Distrito Federal

1 de Setembro de 2014

Notícias

Quadrilha vende diploma falso de medicina por até R$ 1.200 no DF

Certificados de conclusão do ensino médio também são oferecidos na internet

Do R7, com TV Record Brasília | 09/04/2013 às 15h07
Publicidade

O esforço durante anos e anos de estudo na sala de aula está sendo substituído e comprado com o acesso à internet, com um simples clique no mouse e R$ 300 é possível comprar diplomas e históricos escolares no DF.

A TV Record Brasília teve acesso a um histórico escolar e um certificado de conclusão do ensino médio falsificados. Os documentos dizem que o aluno estudou em uma escola de Santa Maria, região administrativa do DF.

Os dois teriam sido emitidos pela Secretaria de Educação do Distrito Federal. O diretor do Centro de Ensino Médio 417 de Santa Maria, por meio de assinatura, teria reconhecido que o homem, de 23 anos, teria concluído o ensino médio em dezembro de 2008.

Leia mais notícias no R7 DF

Corpo de menino arrastado por enxurrada é encontrado embaixo de ponte

E-mails conseguidos com exclusividade pela TV Record Brasília, comprovam a ação do falsificador. Nas mensagens eletrônicas, ele agradece pela confiança no trabalho e envia informações sobre o serviço.

Primeiro pede que o conteúdo seja lido com muita atenção. Depois explica que os documentos valem em todo o país. Promete publicação no Diário Oficial do DF.

Ele também informa o valor do serviço e diz que é servidor do MEC (Ministério da Educação) e trabalha na escola onde os certificados são emitidos.

O coordenador de supervisão institucional e normas de ensino da Secretaria de Educação, Marcos Silvio Pinheiro, diz que o funcionário não trabalha e nunca trabalhou no GDF (Governo do Distrito Federal). Ele explicou ainda que as pessoas prometem a divulgação no Diário Oficial, mas isso não acontece porque a escola envia a lista para o órgão, que confere os nomes.

Marcos disse ainda que a venda também já ocorreu o mesmo em Samambaia, Ceilândia e Taguatinga, regiões administrativas do DF, há um ano e meio. Ele desconfia que seja uma quadrilha que está atuando.

Um site de venda na internet mostra as opções de compra que qualquer pessoa pode ter. Os preços são variados.

Há diploma à venda até de nível superior. Outro e-mail mostra a conversa de um produtor da TV Record com um falsificador, identificado como central de diplomas.

As respostas eram, praticamente, imediatas. O produtor pediu um diploma para o curso de medicina. Disse que tinha abandonado e estava no final.

Ele então recebe a resposta: pode escolher entre faculdades e universidades de peso, como a UnB (Universidade de Brasília). O diploma teria o registro no CRM (Conselho Regional de Medicina) e seria reconhecido pelo MEC.

O valor seria R$ 1.200 reais. A entrega demoraria 20 dias e seria feita pelos Correios ou na faculdade que escolhesse.

Assista ao vídeo:

 
Veja Relacionados:  estelionato, diploma,
estelionato  diploma 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS