Distrito Federal

25 de Outubro de 2014

Notícias

Vai viajar? Rede pública de saúde do DF fornece vacinas e orientações para quem vai sair do País

Ambulatório do Viajante do HRAN atende todos os dias mediante agendamento por telefone

Paulo Mondego, do R7 DF | 28/03/2013 às 00h11

Publicidade

Quem vai viajar para fora do País costuma ficar preocupado com passaportes, reservas, roupas e, muitas vezes, esquece da saúde. Para não correr o risco de perder os dias de férias ou folgas internado em um hospital, o viajante precisa tomar alguns cuidados. O principal deles é se imunizar. 

Em Brasília, o Ambulatório do Viajante instalado no HRAN (Hospital Regional da Asa Norte), fornece todo o tipo de vacina e orienta as pessoas dos cuidados que precisam tomar quando vão para regiões com incidência de doenças infectocontagiosas. O atendimento é gratuito, mas só é feito com agendamento de horário.

O número de vacinas depende do destino. A vacina contra febre amarela é a única obrigatória exigida para a entrada em países da África, América do Sul e Caribe, e algumas regiões da Ásia. Mesmo que seu destino final não exija o medicamento, como os Estados Unidos, se o voo fizer escala no Panamá, a vacina será cobrada. 

Para fazer a consulta no ambulatório do HRan, o viajante precisa levar todos os cartões de vacina que tiver. Caso não tenha, ele responderá a uma entrevista feita pelo médico para saber quais doses de vacina deve receber. No caso da vacina contra a febre amarela, o paciente deve procurar o posto da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) instalado no Aeroporto JK após tomar a dose do medicamento. Lá, ele receberá um certificado internacional de vacinas que deve ser anexado ao passaporte. 

O CIVP (Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia) é um documento que comprova a vacinação contra a febre amarela e outras doenças. A lista com os países que exigem o certificado está disponível na internet no site da Organização Mundial de Saúde.

De acordo com a enfermeira Nancy Moreira, uma das responsáveis pelo Ambulatório do Viajante, há regiões no planeta em que doenças já erradicadas no Brasil são facilmente contraídas. Ela explica a importância de imunizar o brasileiro que pretende conhecer outros países.

— Se a pessoa for para países onde o saneamento básico é ruim ou inexistente, é preciso se imunizar contra cólera e outras doenças transmitidas por falta de higiene. Quando o viajante vem aqui no ambulatório, ele faz uma consulta onde recebe orientações de como se proteger e sai imunizado das doenças que poderá ficar exposto.

A consulta é simples. O paciente passa por uma entrevista onde recebe as orientações de acordo com o seu perfil (vacinas já tomadas anteriormente) e o local para onde pretende viajar. 

O casal de bancários Beila Martins, 37 anos, e Alessandro Mesquita, 40 anos, procurou o ambulatório para tirar todas as dúvidas e saíram de lá com todas as vacinas em dia antes de uma viagem que fariam para os Estados Unidos e México. Para Beila, o serviço foi excelente.

— Eu soube que existia esse ambulatório porque um cunhado me avisou. Eu agendei a consulta por telefone e foi marcado para o dia seguinte. Eu vim com meu marido e fomos rapidamente atendidos.

Leia mais notícias no R7 DF

Jovem diz que matou filho recém-nascido a tesouradas porque ele se parecia com o pai


Fotos: Veja as esquisitices que os brasilienses já encontraram nos alimentos

No ano em que foi criado em 2011, o ambulatório atendeu 870 pessoas. No ano passado foram 950 atendimentos. A procura aumenta dependendo da época do ano. No período de férias, por exemplo, as consultas acontecem todos os dias da semana.

A enfermeira Nancy lembra que há dois anos um brasiliense foi passar as férias na Europa onde na época estava tendo um surto de sarampo, doença erradicada o no Brasil há mais de uma década. Só quando chegou, o rapaz descobriu que estava contaminado. Ele teve que informar todo o percurso onde teve contato com pessoas para que todas fossem vacinadas também. Todo o trabalho de monitoramento e mapeamento foi feito pelo Ambulatório do Viajante que constatou apenas a infecção do rapaz. Ele foi tratado e imunizado.

Para agendar uma consulta no ambulatório, o viajante precisa ligar no número 61 – 3325.4362. São seis vagas por dia e as consultas são realizadas no período da manhã.

Serviço
Ambulatório do Viajante do HRan
Endereço: SMHN Qd 101. Asa Norte – Brasília
Telefone: (61) 3328-7562
Horário de atendimento: das 8h às 12h, apenas com agendamento prévio, feito por telefone
O que levar: todos os cartões de vacina e informações a respeito do roteiro de viagem. Não é necessário levar passagens para comprovar viagem

 

 
Veja Relacionados:  ambulatório, viajante, df, hran
ambulatório  viajante  df  hran 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS