Distrito Federal

Distrito Federal

2/7/2013 às 12h14 (Atualizado em 2/7/2013 às 16h54)

Parentes de casal de homossexuais decapitados não conseguem enterrar os corpos seis meses após o crime

O Instituto Médico Legal de Goiânia não teria feito as liberações

Do R7, com a TV Record Brasília

Agente da Polícia Civil guarda facão que pode ter sido usado no crime e o leva para perícia Reprodução / TV Record Brasília

As famílias de um casal de homossexuais decapitados em dezembro do ano passado no Pedregal, bairro do Novo Gama (GO), região do Entorno do DF, não conseguem enterrar os corpos seis meses após o crime porque o IML (Instituto Médico Legal) de Goiânia não teria feito as liberações.  

O crime aconteceu um dia antes do natal e o R7 mostrou o caso. O casal de homossexuais foi encontrado morto dentro da casa que vivia. A residência pegou fogo e quando a polícia entrou os corpos estavam queimados e decapitados.  

As cabeças foram localizadas momentos depois a 500 metros do local onde tudo aconteceu por uma criança de dez anos. Uma das vítimas é José Dalvanei Alves Pereira, de 37 anos.   

Leia mais notícias no R7 DF

Homem acusado de esfaquear a mulher até a morte no DF é preso no Maranhão dois meses após o crime

Na época, a história chamou a atenção da população pela crueldade. Agora, pouco mais de seis meses depois, ficou ainda mais complicada porque as vítimas não foram enterradas.  

A mãe de Pereira, Maria Antônia Pereira da Silva, disse que nunca conseguiu ver o corpo do filho e que ele precisou ser levado para o IML de Goiânia para fazer o exame de DNA.  

— Fui lá em abril e disseram que a máquina de fazer os exames estava quebrada, só que agora, seis meses depois, nada foi resolvido e nem conseguir enterrar meu filho eu consigo.  

Acreditando que o filho seria logo enterrado, a aposentada de 65 anos decidiu ir a uma funerária para adiantar os procedimentos. Cinco dias após a morte, ela pagou R$ 400 pelo caixão e o transporte do corpo, mas até agora não teve sucesso.  

A reportagem da TV Record Brasília tentou ligar no IML para falar com o setor responsável, mas não teve sucesso. Três pessoas foram presas no dia seguinte acusadas do duplo homicídio.    

Faça seu e-mail do R7
Imprima suas fotos no R7!
Venha para o R7 Banda Larga!    

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Beldades

Miss e Mister Surdos são eleitos para representar o DF em concursos nacionais

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Novo estilo de vida

Após viver experiência sexual mal sucedida, bióloga do DF emagrece 60kg

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Sem pudor

Pelados na rua e até cenas de sexo. Veja os desinibidos flagrados no DF

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Eca!

Moradores do DF pedem fast food e encontram até barata na comida

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Alta temperatura

Calor no DF vira piada na internet: veja os memes compartilhados por brasilienses

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Parece gente grande

Bebê fashion, garotinho vegetariano e outras crianças que bombam na internet

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Polêmicas da Furacão da CPI

De briga com partido político a vídeo de sexo no Congresso. Veja todas

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Última moda

Caveiras mexicanas e 'maoris' estão entre as tatuagens mais pedidas no DF

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Distrito Federal

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!