Polícia do DF teve 47 agentes infiltrados nas manifestações para antecipar ações de vândalos

Secretário de Segurança diz que polícia agiu de forma correta para conter os excessos

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Sandro Avelar, avaliou positivamente a atuação da Polícia Militar neste sábado (7), durante a série de manifestações e confrontos na região central de Brasília. Na avaliação dele, a polícia agiu de forma correta e o direito à democracia foi exercido.  

Segundo Avelar, a polícia contou com 47 agentes infiltrados nas manifestações, que antecipavam informações sobre atos de vandalismo que estavam sendo planejados durante os protestos.  

— Faço uma avaliação absolutamente positiva. Houve um dia tranquilo, de paz, apesar da movimentação de alguns manifestantes um pouco mais exaltados. E a população de Brasília colaborou e compreendeu que nós buscamos a democracia sem cometer atos de violência.

Leia mais notícias no R7 DF     

População do DF ocupa arquibancadas para assistir ao desfile de 7 de Setembro  

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública, o levantamento finalizado aponta que foram 50 os detidos, sendo que 35 eram maiores de idade. Sete pessoas responderão a processo por chamados “crimes de menor potencial ofensivo”, como desacato e danos ao patrimônio público, mas também deverão ir para casa. Foram apreendidos pela polícia, durante todo o dia, alicates, talhadeiras, facas, canivetes, estilingues com bolas de gude e mais de 500 pneus.

O Corpo de Bombeiros informou que foram oito atendimentos durante todo o dia, três em virtude de ferimentos leves ocorridos durante as manifestações. Cinco pessoas que passaram mal durante o desfile também foram atendidas pelos bombeiros.

Assista ao vídeo: