• Twitter Created with Sketch.

Distrito Federal

Quase sete entre dez fumantes largam o vício depois de tratamento na rede pública do DF 

Mais de 15 mil pessoas foram atendidas em 2013

Do R7

Um dos objetivos é proteger fumantes passivos
Um dos objetivos é proteger fumantes passivos Pedro Ventura/ Agência Brasília

Até setembro deste ano, 15.593 fumantes iniciaram tratamento na rede pública de Saúde para abandonar o cigarro. Uma média de 68% deles já deixou de fumar, ou seja, 10.603 usuários, segundo os dados do "Programa de Controle do Tabagismo e outros Fatores de Risco de Câncer no DF".  

Segundo a assistente social da Coordenação do programa, Maria Suélita de Lima, o objetivo é fazer que os fumantes larguem o vício para também proteger a população dos riscos do tabagismo passivo. Qualquer pessoa pode procurar o tratamento:   

— Para ser inserido no programa, o fumante deve procurar uma unidade de tratamento mais próxima de sua casa ou trabalho para se inscrever, e é chamado na medida em que se formam os grupos de tratamento.   

As unidades do Recanto das Emas e de São Sebastião disponibilizam as agendas uma vez ao mês para o início do tratamento e os que buscam o atendimento neste dia são acolhidos.  

HRAN deve duplicar atendimentos a pacientes com fissura labiopalatal

Também há unidades que trabalham com agenda aberta, onde os pacientes são acolhidos no dia do atendimento em grupo, sem lista de espera, como o Hospital Universitário de Brasília e o Centro de Saúde nº14, do Cruzeiro Velho. O atendimento é realizado sempre às quartas-feiras.  

Os pacientes atendidos nos Centros de Referência recebem o apoio comportamental e medicamentoso por meio de sessões semanais individuais ou em grupo, realizadas por equipes multiprofissionais.  

Inicialmente participam de quatro sessões, mas permanecem em acompanhamento com sessões de manutenção até completar um ano do início do tratamento, período que se pode considerar que uma pessoa é um ex-fumante - após um ano de abstinência.  

  • Espalhe por aí:
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log