• Twitter Created with Sketch.

Contribuinte deve declarar despesas médicas no Imposto de Renda

Brasileiros deve ter todos os recibos em mãos para comprovar as despesas de saúde

Do R7

Gastos com medicamentos em farmácias não podem ser deduzidos na declaração
Gastos com medicamentos em farmácias não podem ser deduzidos na declaração Reprodução

Os brasileiros que tiveram gastos com convênios médicos ou pagaram consultas particulares em 2016 devem realizar a declaração dos gastos para reduzir a base de cálculo do Imposto de Renda devido.

Segundo o presidente do CRC-SP (Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo), Gildo Freire de Araújo, é necessário apresentar o comprovante das despesas ao declarar os gastos médicos.

— Se ele foi em uma consulta para ele ou seus dependentes, precisa ter o recibo na mão porque os médicos também são obrigados a declarar todos os recibos que foram emitidos com nome e CPF.

Araújo afirma que o fato da despesa médica ser deduzida integralmente para as declarações feitas no modelo completo não significa uma devolução total do valor gasto com os procedimentos.

— A despesa médica permite que você reduza a base de cálculo do Imposto de Renda devido. Então, você tem seu rendimento de R$ 10 mil e uma despesa médica de R$ 5.000, sua base de calcula do imposto devido será R$ 5.000. Com isso, será possível verificar se você ainda deve imposto ou não, o que não significa que você vai receber os R$ 5.000 de volta.

O presidente do CRC-SP alerta ainda que gastos com medicamentos só podem ser abatidos no imposto caso eles tenham sido incluídos na conta de um hospital.

— Vamos supor que você está internado, fez uma cirurgia e pagou essa conta hospitalar. Aí sim você pode utilizar isso como despesa médica. A compra em farmácia não cabe dedução.

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log