• Twitter Created with Sketch.

Inadimplência do consumidor recua 3,8% em maio ante abril, diz Boa Vista

Adversidades econômicas do País reduziram o consumo da população brasileira

Houve recuo de 9,6% no Norte e 5,1% no Sudeste
Houve recuo de 9,6% no Norte e 5,1% no Sudeste Marcos Santos / USP Imagens

A quantidade de pessoas que deixaram de pagar contas em maio cedeu 3,8% em relação a abril, mas avançou 6,7% na comparação com maio de 2016, mostram dados dessazonalizados da Boa Vista SCPC.

Já na medição do acumulado em 12 meses (junho de 2016 até maio deste ano), houve queda de 3,4% em relação ao período equivalente anterior. No acumulado do ano até maio, a inadimplência caiu 0,2% ante igual período de 2016.

Entre as regiões do País, o destaque ficou para os recuos de 9,6% no Norte e 5,1% no Sudeste, ambos no período mensal. No Nordeste, houve retração de 4,8%, enquanto no Centro-Oeste a queda foi de 2,7%.

Leia mais notícias sobre Economia

A exceção ficou com a região Sul, que registrou crescimento de 3,5% na mesma base de comparação. Já na comparação com maio do ano passado, entretanto, houve crescimento nas regiões Sul (14,9%), Sudeste (8,7%) e Centro-Oeste (6,5%), enquanto houve queda no Norte (-6,4%) e Nordeste (0,9%). Em nota, a Boa Vista avalia que situação econômica do País inibiu o consumo. 

— Adversidades ocorridas na economia ao longo dos últimos dois anos geraram grande cautela nas famílias, inibindo o consumo e consequentemente contribuindo para a diminuição do fluxo de inadimplência.

Para o restante do ano, a instituição espera que a inadimplência mantenha um ritmo estável a partir de uma retomada "sustentável" da demanda por crédito, em função das perspectivas de "pequeno crescimento da economia e renda, juros menores e inflação controlada".

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log