R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

31 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 22/06/2012 às 09h05:

Abilio Diniz deixa hoje comando efetivo do Pão de Açúcar

Empresário até permanece na presidência da rede brasileira, mas francês vai dar as cartas

Do R7

Publicidade

O empresário brasileiro Abilio Diniz, presidente do conselho de administração do Grupo Pão de Açúcar, maior rede de comércio do País, deixa nesta sexta-feira (22) o comando efetivo do conglomerado. Diniz deverá dar lugar a Jean-Charles Naouri, presidente do grupo francês Casino, que deve ser o escolhido para comandar a holding Wilkes Participações, que controla a rede francesa e o Grupo Pão de Açúcar.

O executivo francês tem 63 anos e chega ao comando do Pão de Açúcar com um gosto de revanche sobre o parceiro Abilio Diniz. No ano passado, Diniz tentou romper um acordo com o Casino ao propor uma união da companhia brasileira com o arquirrival do grupo francês, o Carrefour.

O Grupo Pão de Açúcar e o Casino fecharam a parceria em 2005, mas a rede francesa investiu pela primeira vez na rede brasileira em 1999, quando resgatou o grupo de dificuldades. Atualmente, o Brasil é o segundo maior mercado para o Casino no mundo, depois da França, e é um pilar importante na expansão do grupo francês em mercados emergentes em um momento de fraqueza na Europa.

Na teoria, o empresário brasileiro mantém o título de presidente do conselho do Pão de Açúcar, mas, na prática, seu peso na tomada de decisões será bastante reduzido. Tudo isso acontece sob um clima hostil, causado após as negociações de união entre Pão de Açúcar e Carrefour.

Histórico

Em junho do ano passado, Carrefour e Pão de Açúcar anunciaram que estavam se unindo, o que criaria a maior rede de varejo do Brasil. Pela proposta, as ações da unidade brasileira do Carrefour seriam fundidas às da CBD (Companhia Brasileira de Distribuição), que controla o Pão de Açúcar e, por sua vez, seriam unidas ao fundo de investimento Gama (administrado pelo banco BTG Pactual). 

Pelas estimativas, a empresa venderia mais de R$ 50 bilhões ao ano. Em nota, o Carrefour informou que o conselho de administração da empresa aprovou a “parceria estratégica no Brasil”. Só que para que o acordo saísse do papel, Diniz e Casino deveriam se entender, o que não aconteceu.

A briga ocorreu porque o grupo francês Casino, sócio do Pão de Açúcar, não abre mão do acordo fechado em 1999, que daria a chance de ter a maior fatia da empresa de Abilio Diniz a partir de 2012.

Em maio deste ano, a assembleia de acionistas do Casino aprovou a saída de Abilio Diniz do conselho de administração do grupo. A decisão é fruto dos desentendimentos gerados depois da tentativa frustrada de união entre o Pão de Açúcar, comandado pelo empresário brasileiro, e o Carrefour no Brasil — rival do Casino na França.

Veja Relacionados:  abilio diniz
abilio diniz 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping