R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

25 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 14/10/2011 às 08h38:

Bancários tentam encerrar greve
hoje. Há bancos funcionando no país

Categoria continua pedindo 5% de aumento acima da inflação no 18º dia da paralisação

Do R7

Publicidade

A greve dos bancários chega nesta sexta-feira (14) ao 18º dia e pode terminar ainda hoje. A partir das 10h, patrões e funcionários devem se encontrar para negociar os pedidos da categoria e encerrar a paralisação, a maior já feita pelos grupos.

Nesta semana, a reportagem do R7 encontrou várias agências de bancos privados funcionando normalmente e sem fazer qualquer menção à greve. Bancos privados aderiram em massa, mas mantiveram caixas eletrônicos à disposição dos clientes.

A compensação bancária ocorre normalmente e, em alguns casos, dá até para os clientes entrarem nas agências para pagar contas e sacar dinheiro na boca do caixa.

Os banqueiros cogitaram um aumento real de 0,93%, mas os representantes dos bancários reafirmaram que este índice continua insuficiente. Além disso, nada foi apresentado de concreto para aumentar a PLR (participação dos trabalhadores nos lucros e resultados), para valorizar o piso.

No balanço da greve feito ontem pela Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), 9.090 agências bancárias aderiram à greve. Isso, de acordo com o presidente da Contraf, representa 45% do total de agências do país. O pico de 2010 parou 8.278 agências em todo país.

A categoria reivindica reajuste de 12,8% (5% de aumento real mais a inflação do período), valorização do piso, aumento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados), mais contratações, fim da rotatividade, combate ao assédio moral, fim das metas consideradas abusivas, mais segurança nas agências, igualdade de oportunidades e melhoria do atendimento aos clientes.

Na última sexta-feira (7), a Fenaban disse, por meio de nota, que “fez duas propostas completas visando a acordo com os bancários e colocou-se à disposição do movimento sindical para tratar de eventuais acertos que fossem necessários. Portanto, não há razão para que a federação apresente nova contraproposta como querem os sindicalistas. O que se espera, agora, é que sejam discutidos os ajustes que levem ao acordo”.

Como pagar as contas?

Há algumas alternativas para pagar as contas durante a paralisação dos bancários,  como internet, caixa eletrônico, telefone, lotérica e até lojas e supermercados.

O caixa eletrônico permite a maior parte das operações que seriam feitas na “boca do caixa” dentro das agências. Segundo a Febraban, há 179 mil caixas eletrônicos espalhados pelo país. É possível encontrar os endereços das agências mais próximas no site da federação (www.febraban.org.br/buscabanco).

Quem tem dívidas a pagar e não possui cartão para uso em caixa eletrônico pode encontrar ajuda em lotéricas, lojas e supermercados podem ajudar, já que são correspondentes bancários e aceitam a quitação de diversas contas. A Febraban diz que 165 mil correspondentes estão aptos a atuar como bancos, inclusive permitindo saques de pequenas quantias.

 No caso das contas de tarifas públicas como água, telefone, e energia, a orientação é para que o cliente procure as empresas que fornecem esses serviços para negociar uma saída. Além dos correspondentes, há o débito direto autorizado (que depois é liberado na conta-corrente pelo caixa eletrônico) e o débito automático que permitem o pagamento.

Se as contas estiverem atrasadas, o cálculo de taxas de multas é feito pelas próprias empresas e o valor extra virá na fatura do mês seguinte.


Veja Relacionados:  banco, greve, paralisação, consumo, conta, dívida
banco  greve  paralisação  consumo  conta  dívida 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping