R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

30 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 01/08/2011 às 11h11:

Com mais carne no mercado, churrasco
fica mais barato para consumidor paulistano

Preço caiu tanto no açougue como no supermercado; frango está até 9,4% mais barato

Do R7

Publicidade

A carne ficou mais barata para o consumidor de novo em junho. O produto vendido nos açougues ficou quase 3% mais em conta no sexto mês do ano e, no primeiro semestre, está quase 10% mais barata em relação ao mesmo período do ano passado. 

Você acha que os preços da carne recuaram? Vote!

As informações fazem parte do IPV (Índice de Preços do Varejo), divulgado pela Fecomercio-SP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo) nesta segunda-feira (1º).  O IPV, que é um indicador de preços para as famílias paulistanas feito por amostragem, é realizado desde 1982 junto a cerca de 2.000 comércios da capital paulista, com a coleta de quase 105 mil preços.

O motivo para as constantes quedas no preço da carne é o aumento da oferta do produto no mercado brasileiro. Essa ampliação da quantidade do produto nos açougues e supermercados do país ocorreu por causa das restrições sanitárias que alguns mercados, como Rússia e África do Sul, têm mantido em relação à carne brasileira, segundo a Fecomercio-SP.

Em junho, quem compra o alimento nas casas de carne já sentiu o recuo de 1,59% no preço da carne bovina, de 2,83% na etiqueta das carnes suínas e, sobretudo, na diminuição de 9,49% no valor das carnes de aves.

O consumidor que costuma comprar carne nos supermercados também já observa valores menores pelo preço do produto. As carnes de aves recuaram 8,66%, as bovinas tiveram queda de 10,1% e as suínas, de 0,38%. O peixe acompanhou o comportamento dos outros tipos de carne e também ficou mais em conta, já que teve queda de 1,59% em junho nos supermercados.

Frutas e legumes

Fazer compras nas feiras paulistanas está quase 3% mais barato, segundo o IPV. Nos supermercados, também ficou mais em conta comprar frutas, legumes e verduras. As primeiras ficaram 8,15% mais baratas, enquanto os tubérculos estão 6,58%mais leves no bolso. Já as verduras estão 1,4% mais baratas e ovos, 0,6%. 

A Fecomercio-SP alerta, no entanto, que as reduções dos preços desses produtos não devem se repetir nos próximos meses. Isso porque as lavouras já estão na entressafra e já enfrentam as baixas temperaturas do inverno, bem como a seca natural deste período.

Combustíveis

Depois de 11 meses de alta, os combustíveis e lubrificantes ficaram 4,6% mais baratos para o consumidor brasileiro em junho, segundo a Fecomercio. Mesmo assim, essas mercadorias acumulam alta de 6,77% neste ano.

Com o início da safra de cana-de-açúcar, o álcool combustível teve queda de mais de 10% naquele mês.

 

Veja as respostas do quiz de finanças pessoais

Veja Relacionados:  churrasco,carne,consumidor,preço,supermercado
churrasco  carne  consumidor  preço  supermercado 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping