R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

19 de Dezembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 13/11/2012 às 11h14:

Desemprego e baixos salários ainda
afetam mais os negros e pardos

Porém, pesquisa do Dieese e da Fundação Seade mostra que as diferenças são menores

Do R7

Publicidade

O desemprego afetou 12,2% dos negros e pardos e 9,6% dos brancos e amarelos em 2011, segundo estudo realizado pela Fundação Seade e pelo Dieese, divulgado nesta terça-feira (13).

O rendimento ainda é menor para os negros e pardos, que ganhavam R$ 6,28 por hora em 2011. Já os brancos e amarelos, em contrapartida, recebiam R$ 10,31 por hora.

Porém, a renda por hora dos trabalhadores negros e pardos cresceu mais do que entre os brancos e amarelos. Entre 2010 e 2011, negros e pardos tiveram alta de 1,7% nos pagamentos, enquanto que brancos e amarelos tiveram reajuste de 0,7%. 

Com isso, as diferenças de rendimento foram levemente reduzidas. 

A disparidade nas taxas de desemprego também diminuiu, mas em um intervalo de tempo maior. De 2002 para 2011, a diferença caiu de 7,2% para 2,6%. A falta de trabalho passou a atingir 12,2% dos negros e pardos e 9,6% dos brancos e amarelos em 2002.

 

 

Veja as respostas certas do quiz aqui

 

Veja Relacionados:  Dieese, Fundação Seade, negros
Dieese  Fundação Seade  negros 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping