R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

16 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 24/01/2010 às 12h30:

Falta de qualificação trava conquista de emprego

Município de São Paulo vai ampliar investimento em capacitação de R$ 6 mi para R$ 20 mi

Giselli Souza, do R7

A falta de qualificação profissional impede que ao menos oito entre cada dez brasileiros que procuram trabalho consigam um emprego, mesmo que tenha vagas disponíveis no mercado. Essa é a conclusão de um estudo realizado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) com base em amostragens dos centros de intermediação de mão-de-obra em todo o país.

Em entrevista exclusiva ao R7, o secretário municipal do Trabalho de São Paulo, Marcos Cintra, afirmou que neste ano os investimentos em capacitação profissional serão ampliados de R$ 6 milhões para R$ 20 milhões. A maior parte dos recursos virá do Ministério do Trabalho, por intermédio do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), mas haverá também subsídio da prefeitura.

Além disso, serão mantidos os 20% do orçamento da pasta, cerca de R$ 20 milhões, voltados à manutenção das cinco unidades do CAT (Centros de Apoio ao Trabalho) e dos dois postos de atendimento ao trabalhador.

Apesar do volume de recursos parecer alto – R$ 26 milhões somente no ano passado –, os investimentos não foram suficientes para empregar os 236.551 trabalhadores inscritos no CAT em 2009. Somente 69.105 conseguiram emprego, o que, na prática, significa dizer que: de cada três trabalhadores que fazem inscrição nos postos, somente um consegue emprego.

- É uma taxa alta [de empregados], se for considerado o desemprego na capital e a falta de qualificação. Mas, existem outros problemas a serem enfrentados, como por exemplo, a restrição do crédito. Para empregar quem tem nome sujo, nós fizemos também uma parceria com a associação comercial para que isso não seja mais um obstáculo para o trabalhador ser contratado.

A previsão é de que até 2012 sejam implantados mais quatro CATs, além de outros 25 postos avançados, onde o trabalhador pode solicitar o seguro-desemprego e se cadastrar no sistema. Somente no ano passado, 1 milhão de trabalhadores foram atendidos nos centros. Com a ampliação dos postos, a previsão é que o número seja triplicado.


Arte - Profissões - Vale Esta

 
Veja Relacionados:  emprego,qualificação profissiona,CAT
emprego  qualificação profissiona  CAT 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping