R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

19 de Abril de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 25/02/2013 às 18h31:

Ibovespa tem leve queda, pressionado por tombo de OGX

ReutersReuters

Publicidade

Por Danielle Assalve

SÃO PAULO, 25 Fev (Reuters) - O principal índice brasileiro de ações terminou o pregão desta segunda-feira em leve queda, com o tombo da petrolífera OGX ofuscando o forte avanço da siderúrgica Usiminas na sessão.

O Ibovespa cedeu 0,14 por cento, a 56.617 pontos. A sessão foi instável --o índice oscilou entre alta de 0,8 por cento e queda de 0,49 por cento. O giro financeiro do pregão foi de 7,5 bilhões de reais.

OGX pressionou o índice, ao registrar sua pior queda diária de fechamento desde 28 de junho de 2012. O papel caiu 8,91 por cento, a 3,27 reais.

O tombo ocorre após as fortes oscilações com as ações na semana passada, em meio a rumores de que o controlador Eike Batista estaria negociando a venda de participação na petrolífera para a Petronas, da Malásia.

Em resposta aos rumores, a OGX informou na noite de sexta-feira que mantém permanente contato com vários investidores sobre oportunidades de negócios, mas que no momento não há nenhuma negociação consumada.

"A empresa adquiriu uma volatilidade muito grande na bolsa", disse o analista Lucas Brendler, da Geração Futuro. Segundo ele, o papel deve continuar suscetível a movimentos bruscos, pelo menos até a empresa conseguir entregar os resultados esperados.

Ainda no setor de petróleo e gás, a preferencial da estatal Petrobras perdeu 1,17 por cento, a 16,95 reais.

Por outro lado, as ações preferenciais da Usiminas ajudaram a limitar o recuo do Ibovespa, com alta de 6,82 por cento, a 9,87 reais.

Segundo operadores, rumores não confirmados sobre um possível novo reajuste de preços pela siderúrgica foram os responsáveis pela disparada de Usiminas.

As preferenciais da mineradora Vale, que divulga o balanço do quarto trimestre na quarta-feira, avançaram 0,53 por cento, a 34,28 reais, num respiro após as quedas recentes.

Investidores também reagiram bem aos resultados trimestrais de Telefônica Brasil e Duratex, com as ações subindo 3,26 e 2,38 por cento, respectivamente.

No exterior, o dia foi de fortes perdas, diante de incertezas sobre os resultados das eleições na Itália. Levantamentos preliminares indicavam a possibilidade de um Parlamento dividido no país, o que serviria de obstáculo a reformas econômicas e ameaçaria a estabilidade na zona do euro.

Em Nova York, o índice Dow Jones fechou em queda de 1,55 por cento, e o S&P 500 perdeu 1,83 por cento. (Por Danielle Assalve; Edição de Aluísio Alves)

 
Veja Relacionados:  Reuters
Reuters 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 299,00
Fogão Fogão Mania Vi R$ 580,41
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 449,00
Monitor Monitor Wal-Mart R$ 348,00