R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

30 de Agosto de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 21/04/2011 às 08h00:

Ovo de Páscoa caseiro sai pela metade do preço

Barras de chocolate são mais baratas e permitem que toda a família seja presenteada

Marcel Gugoni, do R7


Publicidade
A promoção diz “Ovo 750g de chocolate ao leite: R$ 52”. Com esse valor, é possível encher a cesta de compras com quase 3kg do mesmo chocolate, só que em forma de barras de 1kg, cada uma a R$ 15. O que pode parecer tentador, na verdade representa um conflito econômico pouco analisado nessa época de Páscoa: para o bolso, vale mais a pena o ovo de marca, o artesanal ou a barra pura e simples em enormes quantidades?

De longe, a conta pende para o lado da barra. Com o menor valor, é possível se empanturrar com quilos de tijolos de doçura ao leite, branca ou meio-amarga. Não que isso vá fazer um enorme bem para a saúde, mas, para o bolso, pode ser o real significado de “maximização de lucros”.

O economista Renato Meirelles, especializado em consumo e dono da empresa de pesquisa Data Popular, voltada para a Classe C, diz que essa seria a escolha óbvia se não fosse o caso de haver uma data comemorativa no meio do caminho.

- Considerando o ponto de vista racional da relação chocolate x dinheiro, valeria a pena comprar só barras, que têm muito mais chocolate pelo mesmo preço. O caso da Páscoa não é isso: você não paga o chocolate, você paga a simbologia dela, o encanto, que passa depois que o domingo de Páscoa acabou.

Do outro lado desse problema “chocológico” estão os ovos das marcas. Uma pesquisa do Idec mostrou que os preços estão 20% maiores do que no ano passado. É como dizer que um ovo que custava R$ 20 na Páscoa passada tivesse passado a valer R$ 24 neste ano.

Faça você mesmo

Então como resolver essa dúvida? A assistente administrativa Kate Andrade Freire achou a resposta: comprou as barras para fazer o próprio ovo em casa. Essa é a saída que vários consumidores acharam para agradar a família inteira sem gastar tanto ou para colocar uma graninha extra no bolso de uma forma deliciosa.

- Ganho em torno de R$ 2.000 só com ovo de Páscoa. Já entreguei 30 ovos na semana passada e ainda tenho 40 para fazer. Eu faço em casa mesmo – e é uma terapia. Coloquei até o marido na dança: ele ajuda com as embalagens.

Ela diz que consegue tirar no mês o equivalente a um salário e meio do que ela ganha na vida do escritório.

Em uma conta simples, o ovo artesanal por sair pela metade do preço de um comum. Para prepará-lo em casa, é preciso ter a forma especial do ovo, a forma de bombom, os copinhos (que mantêm o ovo em pé) e os embrulhos (papel-chumbo para o chocolate e o plástico para envolver tudo), se contar o espaço e o tempo para o trabalho.

A empresária Emilia Castelo defende os artesanais, mas reconhece que eles dão trabalho. Ela foi entrevistada enquanto carregava um carrinho de compras com ao menos 20 ovos “para a família e para os meus funcionários - estes maiores para os netos, quatro “crianças” de 20, 21, 23 e 25 anos”.

- Se eu tivesse tempo, talvez até fizesse em casa, porque tudo o que se faz em casa é mais econômico. Mas não vem bonito, com uma embalagem bonita. E eu não tenho paciência pra fazer em casa. Prefiro comprar pronto.

Francisco Jeronimo é um dos proprietários do supermercado Kanguru, mercado famoso em São Paulo por vender chocolates no atacado para quem quer fazer o próprio ovo em casa. Para ele, que tem dezenas de prateleiras com os mais variados tipos de chocolate diz que só dá industrializado para a família.

- Na Páscoa, o que vale mesmo é a tradição. De que vale comprar um monte de barra se ela não vem no formato do ovo. E que criança não gosta de ganhar um ovo de chocolate, não é? É claro que é mais barato fazer em casa, mas tem muita gente que não tempo e compra o industrializado. O bom, no meu caso, é que a família tem um monte de opção pra escolher.

Meirelles diz que não fez a conta de quanto economizou com os ovos caseiros. Como bom economista, ele diz que prefere comprar as barras e, há várias páscoas, presenteia a família com os ovos feitos por ele.

- Eu sou um chocólatra, e desde criança eu mesmo faço e vendo ovos. Presenteio parentes com os ovos que eu mesmo preparo. Se fosse vender, sairia no lucro, porque como [esse tipo de produto é artesanal], acaba custando um pouco mais para quem compra, mas pode sair barato para quem quer fazer. Sem contar que é uma terapia.

Veja Relacionados:  ovo,páscoa,industrializado
ovo  páscoa  industrializado 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping