R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

1 de Agosto de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 03/03/2010 às 17h36:

Aplicações na poupança acima de R$ 1 mi crescem 30%

Porém, investimentos milionários representam apenas 0,005% dos depósitos

Da Agência Brasil

A caderneta de poupança atraiu 4.980 investidores com aplicações superiores a R$ 1 milhão no ano passado. Essa quantidade de aplicadores é 30,29% maior do que a observada em 2008, quando o número de poupadores chegou a 3.822. As informações são do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), publicados no site do Banco Central. 

De acordo com o economista Carlos Eduardo de Freitas, ex-diretor do BC, os investidores milionários foram atraídos pela rentabilidade da poupança e pela praticidade de poder aplicar e retirar o dinheiro livremente.

- A poupança tem conveniência operacional.

Atualmente, a poupança rende a TR (taxa referencial) mais 6% ao ano, rendimento próximo do CDB (Certificado de Depósito Bancário) – oferecido pelos bancos com prazo de vencimento. Freitas explicou nessa tipo de aplicação, o imposto de renda é descontado.

 


- A rentabilidade de um CDB, se tirar o imposto de renda, deve estar entre 6,8% a 6,9%. Têm fundos de investimentos de DI [Depósito Interfinanceiro, que são remunerados de acordo com a taxa básica de juros, a Selic] que também estão com remuneração abaixo de 7%, já descontado o imposto de renda. 

Além disso, para Freitas, muitos investidores migraram para a poupança por acharem que a Selic cairia mais no ano passado. Atualmente, a taxa básica de juros está em 8,75% ao ano e, de acordo com analistas do mercado financeiro, deve fechar 2010 em 11,25% ao ano. Por conta dessa perspectiva de alta, Freitas não considera que deverá aumentar o número de grandes aplicadores em poupança neste ano. 

No ano passado, o governo anunciou que iria tributar os rendimentos de aplicações em poupança acima de R$ 50 mil. O objetivo era evitar a migração de grandes investidores para as cadernetas de poupança, em momento de queda da Selic. Entretanto, o governo desistiu de aplicar a medida.

- O governo se preparou para colocar em prática, só que percebeu, provavelmente, que estávamos no piso da Selic. 

Segundo os dados do BC, o volume dos investimentos acima de R$ 1 milhão somou R$ 19,810 bilhões no ano passado, crescimento de 32,17% em relação a 2008 (R$ R$ 14,988 bilhões). Apesar disso, as aplicações com valores menores continuaram a representar a maioria dos investimentos.

Os clientes com aplicações de até R$ 100 representaram, no ano passado, 54,18% dos depositantes. Já aqueles que aplicaram acima de R$ 1 milhão corresponderam a apenas 0,005%. Em 2009, os depósitos de poupança totalizaram R$ 319,4 bilhões.

 
Veja Relacionados:  Popança,
Popança 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping