R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

 

publicado em 09/09/2010 às 19h55:

Rio deve superar meta do Minha
Casa, Minha Vida até o fim do ano

Caixa pretende assinar 96 mil contratos, equivalentes a 130% do estipulado até dezembro

Da Agência Brasil

Publicidade

O aumento da oferta de imóveis, taxas de juros mais baixas, melhoria da renda e migração de pessoas das classes sociais D e E para a classe C são fatores que contribuíram para facilitar a compra de habitações pelo programa federal Minha Casa, Minha Vida, no Rio de Janeiro. A avaliação foi feita nesta quinta-feira (9) pela superintendente regional da Caixa no Estado, Nelma Souza Tavares. 

A meta do Minha Casa, Minha Vida para o Estado do Rio, até dezembro deste ano, é contratar 74.657 unidades habitacionais para as faixas de renda até dez salários mínimos, com orçamento de R$ 4,8 bilhões. Nelma revelou que, entre operações contratadas e a contratar, a superintendência regional já totaliza 96.905 unidades, das quais já foram efetivamente contratados 36.769 imóveis, o que equivale a 49,3% da meta estipulada inicialmente. 

Nelma disse não tem dúvida de que a meta será superada. Segundo a superintendente da Caixa, se a instituição conseguir assinar os 96 mil contratos, isso representará 130% da meta do programa até dezembro próximo. 

- A gente previa que, no segundo semestre de 2010, estaria assinando a maior parte do número de contratos. Isso não assusta a gente. Muito pelo contrário. A gente tem mais do que o necessário dentro da Caixa sendo analisado para contratar até dezembro de 2010. 

Para 2011, está previsto o lançamento da segunda fase do programa Minha Casa, Minha Vida, que envolverá mais 2 milhões de unidades habitacionais em todo o país. 

Do montante de R$ 4,016 bilhões financiados pela Caixa para a casa própria no Estado do Rio de Janeiro, este ano, englobando vários programas habitacionais, R$ 776 milhões são referentes ao Minha Casa, Minha Vida. 

No total, foram beneficiadas 53.186 famílias, sendo 9.586 dentro do programa, das quais 8.750 famílias na capital fluminense. O valor médio dos contratos é de R$ 51 mil para a classe de renda até três salários e de R$ 80 mil para a faixa de três a dez mínimos. 

Como o volume financiado até o último dia 3 de setembro equivale a 88% dos recursos aplicados no ano passado, Nelma acredita que os financiamentos habitacionais “vão superar os R$ 5 bilhões este ano, com certeza”. Os números divulgados pela Caixa revelam ainda que, em 2009, foram aplicados em habitação no estado R$ 4,583 bilhões, somando 76.153 financiamentos.

 


Veja Relacionados:  Rio,Minha Casa, Minha Vida,Caixa,Habitação
Rio  Minha Casa  Minha Vida  Caixa  Habitação 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping