R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

2 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 12/12/2012 às 10h32:

Seis capitais concentram 25% da geração de renda do País

Essas cidades possuem 13,7% da população brasileira

Do R7

Publicidade

Em 2010, a renda gerada por seis municípios (13,7% da população) correspondia a aproximadamente 25% de toda a geração de renda do País.

São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Belo Horizonte e Manaus são tradicionalmente identificados como concentradores da atividade de serviços, exceto Manaus, cuja economia tinha equilíbrio entre as atividades industriais e de serviços.

Agregando a renda de 54 municípios, alcançava-se, aproximadamente, a metade do PIB e 30,7% da população.

Já os 1.325 municípios que pertenciam à última faixa de participação relativa respondiam por, aproximadamente, 1% do PIB e concentraram 3,3% da população.

Nessa faixa estavam 75% dos municípios do Piauí, 61,4% dos municípios da Paraíba, 50,9% dos municípios do Rio Grande do Norte e 48,9% dos municípios do Tocantins.

Outros municípios

Excluindo-se os municípios das capitais, 11 municípios destacaram-se por gerarem individualmente mais de 0,5% do PIB nacional, agregando 8,6% da renda gerada no País.

Esses municípios, com grande integração entre a indústria e os serviços, eram: Guarulhos (SP), Campinas (SP) e Osasco (SP), que geravam, individualmente, 1,0%; São Bernardo do Campo (SP), 0,9%; Betim (MG), 0,8%; Barueri (SP), Santos (SP), Duque de Caxias (RJ) e Campos dos Goytacazes (RJ), que geravam 0,7% individualmente; São José dos Campos (SP), 0,6%, e Jundiaí (SP), 0,5%.

Dependência da administração pública

Dos 5.565 municípios brasileiros, 1.980 (35,6%) tinham mais do que 1/3 da sua economia dependente da administração, saúde e educação públicas e seguridade social.

Em 2010, o peso do VAB (valor adicionado bruto) da administração, saúde e educação públicas e seguridade social no PIB do Brasil foi de 13,9%.

Municípios com grande dependência da máquina administrativa na sua economia estavam localizados nas regiões Norte e Nordeste.

Três municípios apresentaram participação da administração pública em relação ao PIB superior a 70,0%, em 2010: Uiramutã (RR), 81,0%; Poço Dantas (PB), 71,4% e Areia de Baraúnas (PB), 70,9%.

Entre as capitais, as que tiveram os menores pesos da administração pública foram Vitória (4,8%), São Paulo (5,8%), Curitiba (7,2%) e Manaus (9,3%) e os maiores foram: Brasília (DF), 48,4%, Macapá (AP) 42,3% e Boa Vista (RR) 40,1%.

 

 

 

Veja Relacionados:  economia, PIB, concentração, renda, per capita, municípios, IBGE
economia  PIB  concentração  renda  per capita  municípios  IBGE 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping