R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

22 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Economia/Notícias

Icone de Economia Economia

publicado em 05/12/2012 às 11h07:

Tomate deixa de ser vilão e puxa queda
do preço da cesta básica nas capitais

Pacote de produtos essenciais ficou mais barato em 13 das 17 localidades pesquisadas

Do R7

Publicidade

Depois de meses como vilão do bolso do consumidor, o tomate ficou mais barato e puxou a queda dos preços da cesta básica no Brasil. O pacote de produtos essenciais ficou mais barato em 13 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) nesta quarta-feira (5). 

O alimento, cujo preço depende das condições climáticas, aliviou o bolso em 15 localidades, com destaque para o Rio de Janeiro (-48,13%), Curitiba (-37,03%) e Porto Alegre (-36,40%). As únicas capitais que tiveram alta foram Florianópolis (2,50%) e João Pessoa (2,48%).

Já o conjunto de produtos teve recuos mais expressivos no Rio de Janeiro (-7,88%), Porto Alegre (-6,18%) e Goiânia (-5,26%). 

Em contrapartida, João Pessoa (1,02%), Belém (0,61%), Vitória (0,50%) e Florianópolis (0,31%) tiveram os maiores aumentos.

O maior valor foi apurado em São Paulo, com a cesta a R$ 299,26. Em seguida aparecem Vitória (R$ 295,31) e Porto Alegre (R$ 286,83). 

Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 205,63), Salvador (R$ 220,49) e João Pessoa (R$ 235,35).

Parceiros do bolso

O feijão também teve grande participação na hora de reduzir a conta no supermercado, já que o preço do alimento recuou em 12 capitais, com quedas mais expressivas em Manaus (-7,86%), Belém (-6,82%) e Fortaleza (-5,88%).

A carne bovina, por outro lado, ficou mais barata em apenas nove capitais, sendo que a maior redução foi no Rio de Janeiro (-3,78%). 

Porém, esse é o item com maior peso na cesta básica, o que faz com que as quedas influenciem o barateamento do conjunto de produtos essenciais. 

Na contramão das quedas, o arroz ficou mais caro em 15 das 17 capitais pesquisadas. Apenas Goiânia e Florianópolis não sofreram com o aumento dos preços. 

A farinha também teve alta em 15 localidades em novembro, sendo que os maiores reajustes foram em Aracaju (37,38%), Belém (27,58%) e Fortaleza (20,14%).

Salário mínimo 

Em novembro, o brasileiro que ganha o salário mínimo (R$ 622) precisou de 92 horas e 37 minuto  — quase quatro dias  — para comprar a cesta básica do mês. O preço do pacote de alimentos e produtos básicos corresponde a 45,76% do salário líquido (descontada a Previdência) do trabalhador que ganha o mínimo.

Em novembro de 2011, a cesta consumia 96 horas e 13 minutos de trabalho. 

Para estimar o valor ideal do salário mínimo, capaz de atender às necessidades básicas do trabalhador, os técnicos do Dieese levam em consideração o maior custo para o conjunto de itens básicos — que em novembro ocorreu em São Paulo (R$ 299,26).

O Dieese considera também a premissa básica da Constituição de que o menor salário pago deve suprir as despesas de um trabalhador e a respectiva família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e Previdência. 

Para atender a essas necessidades, em novembro, o salário mínimo deveria ser de R$ 2.514,09, o que corresponde a 4,04 vezes o mínimo em vigor (R$ 622). 

No mês anterior, o mínimo necessário era semelhante e chegava a R$ 2.617,33, (4,21 vezes o valor vigente), e em novembro de 2011, o piso nacional deveria atingir R$ 2.349,26, ou 4,31 vezes o mínimo da época (R$ 545).

Confira os preços da cesta básica nas capitais:

João Pessoa R$ 235,35
Belém R$ 270,22
Vitória R$ 295,31
Florianópolis R$ 283,68
Aracaju R$ 205,63
Natal R$ 246,43
Recife R$ 248,05
Salvador R$ 220,49
Brasília R$ 266,85
Belo Horizonte R$ 282,82
São Paulo R$ 299,26
Fortaleza R$ 244,55
Curitiba R$ 270,84
Manaus R$ 284,85
Goiânia R$ 237,92
Porto Alegre R$ 286,83
Rio de Janeiro R$ 272,10

 

 

Veja respostas do quiz sobre direitos do consumidor

 
Veja Relacionados:  tomate, cesta básica, Dieese
tomate  cesta básica  Dieese 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping