Receita abre hoje consulta a megalote de R$ 2,75 bilhões do Imposto de Renda

Pouco mais de 2,2 milhões de brasileiros têm direito a resgatar grana, que cai na conta dia 16

Lote do Imposto de Renda 2016 possui 2,2 milhões de contribuintes
Lote do Imposto de Renda 2016 possui 2,2 milhões de contribuintes Arte/R7

A Receita Federal abre às 9h desta terça-feira (8) a consulta ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda. Ao todo, 2.207.477 contribuintes vão receber de volta um total de R$ 2,6 bilhões.

Outros 37 mil brasileiros vão ganhar de volta cerca de R$ 150 milhões referentes a lotes anteriores, compreendidos entre 2008 e 2015.

Com isso, o valor total do megalote é de R$ 2,75 bilhões e 2.244.479 pessoas serão beneficiadas (veja a tabela abaixo e saiba como serão as correções).

Leia mais notícias de Economia

A grana cai na conta na quarta-feira da semana que vem, dia 16 de novembro. Do volume total do megalote, R$ 68,3 milhões vão para contribuintes idosos (14.710) e aqueles com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave (2.026).

Para saber você está no megalote e tem grana a receber, basta acessar a página da Receita na Internet ou ligar para o Receitafone 146. 

Megalote do imposto de renda conta com resíduos desde 2008
Megalote do imposto de renda conta com resíduos desde 2008 Reprodução/Receita Federal

Também existe a possibilidade de conferir o valor da restituição via aplicativo para tablets e smartphones, o que facilita a consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF.

O dinheiro da restituição do imposto de renda permanece à disposição do contribuinte no banco por um ano.

Se o contribuinte não sacar o dinheiro nesse prazo, é necessário pedir por meio da internet, com o preenchimento do Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Se você tem direito ao dinheiro da restituição e a grana não caiu na sua conta, basta contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento, nos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Pelo telefone, é possível agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.