R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

28 de Novembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Educação/Notícias

Icone de Educação Educação

publicado em 26/02/2013 às 17h01:

Aviões de estudantes brasileiros disputam
prêmios nos Estados Unidos

Universitários de engenharia de MG, RJ e SC competem nas três categorias

Do R7

Publicidade

Os aviões criados por estudantes de engenharia do Brasil vão disputar prêmios nas três categorias da SAE AeroDesign East Competition, que será realizada em Fort Worth, no Texas, Estados Unidos, entre os dias 15 e 17 de março.

Os estudantes dos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina vão disputar nas três categorias: micro, regular e avançada. Os mineiros são da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e do Cefet-MG (Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais). Os fluminenses estudam na PUC-RJ (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) e os catarinenses da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

Além das quatro equipes brasileiras, a competição conta com mais 71 equipes das Américas e da Europa.

Leia mais notícias de Educação

As quatro equipes ganharam o direito de representar o Brasil após vencerem a 14ª Competição SAE BRASIL AeroDesign, realizada em novembro do ano passado, em São José dos Campos, São Paulo.

O desafio

De acordo com o regulamento da competição, a categoria Classe Micro, da qual a equipe catarinense faz parte, não há restrições de tamanho dos aviões, e as máquinas devem alçar voo manualmente ou com sistema elástico.

Já na categoria Classe Regular, da qual as equipes mineiras já foram campeãs, os aviões são monomotores e com cilindrada padronizada. O regulamento estabelece limite de tamanho e distância de decolagem.

A Classe Advanced traz uma novidade: os aviões deverão lançar seus carregamentos em pleno voo. Além disso, devem atingir um local específico no solo.

As equipes

Para a SAE AeroDesign East Competition, a equipe fluminense investiu em um sistema de piloto automático que, a partir de informações de sensores de atitude e altitude e de um sistema de navegação GPS, permite à aeronave seguir rota pré-selecionada em solo.

Já a equipe da UFMG, que tem nove estudantes e um piloto, construiu um avião monoplano com quase quatro metros de envergadura capaz de transportar até 18 kg de placas de aço.

O time do Cefet mineiro faz os últimos ajustes de sua aeronave de asa alta com trem de pouso convencional.

A equipe catarinense, estreante na disputa, aposta na leveza de seu avião de um metro de envergadura. Ele pesa 200 gramas e transporta até 800 gramas de chapas de aço. Os estudantes já realizaram mais de 30 testes de voo com êxito.

 

Veja Relacionados:  aviões, disputa, estudantes, EUA, Texas, Brasil, UFMG, Cefet, UFSC, PUCT-RJ
aviões  disputa  estudantes  EUA  Texas  Brasil  UFMG  Cefet  UFSC  PUCT-RJ 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping