R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Educação/Notícias

Icone de Educação Educação

publicado em 30/04/2010 às 12h52:

Censo aponta falta de bibliotecas públicas
em um quinto das cidades brasileiras

Espaços municipais de leitura não existem ou ainda estão sendo adotados em 1.152 cidades

Rafael Sampaio e Camila de Oliveira, do R7

 Um quinto das cidades brasileiras - 1.152, entre 5.565 municípios - não possui ou ainda está implantando bibliotecas públicas municipais, segundo um censo nacional das instituições, realizado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) a pedido do Ministério da Cultura. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (30) e correspondem a 2009.

A pesquisa aponta que 420 municípios - 7,5% do total - tiveram suas bibliotecas extintas ou nunca abriram espaço de leitura. Outros 723 (13%) estão montando ou reinaugurando seus acervos. No total, são 4.763 bibliotecas municipais em todo o país - uma cidade pode abrigar mais de uma instituição de leitura e empréstimo de livros.

Segundo o novo censo, mais de dois terços das bibliotecas municipais (71%) não oferecem acesso à internet para seus usuários. O número equivale a 3.382 instituições. Apesar disso, quase metade dos acervos (45%) têm computadores ligados à rede - boa parte usa apenas para serviços internos e de gerenciamento.

Más condições

O R7 havia noticiado, com exclusividade, que cerca de 90% das bibliotecas públicas têm problemas de estrutura ou acervo inadequado. O dado foi repassado por Nêmora Rodrigues, presidente do CFB (Conselho Federal de Biblioteconomia).

A dirigente afirma ter encontrado irregularidades em vários municípios.

- Há cidades que até assinam convênio [para ter biblioteca], mas mantêm os equipamentos guardados no gabinete do prefeito. Em outras, verifiquei que os livros são guardados de qualquer jeito em caixas, sem os cuidados necessários.

Segundo Fabiano Santos, diretor de Livro e Leitura do Ministério da Cultura, há dezenas de cidades em que os prefeitos não se comprometem em manter a estrutura de bibliotecas municipais, mesmo recebendo kits prontos enviados pelo governo.

- O compromisso é o principal problema, na minha opinião. Quando troca a gestão [acaba o mandato do prefeito], as bibliotecas acabam ficando esquecidas. Outros prefeitos não enviam a documentação mínima para receber o acervo.

Os kits são compostos por 2.000 títulos (livros, CDs, DVDs), um computador, uma impressora, uma TV, várias estantes e outros objetos. Pelo menos 1.200 já foram distribuídos pelo ministério desde 2004, afirma Santos.

O censo, cuja meta é avaliar as condições das bibliotecas municipais, foi realizado de setembro de 2009 a janeiro de 2010. O estudo abrangeu todas as cidades do país - 4.905 delas foram visitadas presencialmente e outras 660 foram procuradas por telefone.

Uso das bibliotecas

A pesquisa apontou que o principal objetivo dos frequentadores de bibliotecas é fazer pesquisas escolares (65%). Visitas para o lazer são apenas 8% do total. O Amapá é o Estado que tem mais usuários querendo fazer levantamento de estudos (91%), enquanto São Paulo lidera as visitas para diversão (22%)

Se engana quem pensa que assuntos de história e de geografia são os mais pesquisados pela internet. Segundo o censo, 82% dos levantamentos em biblioteca são para as duas disciplinas, seguidas de literatura (78%) e obras gerais – enciclopédias e dicionários (73%).

Veja Relacionados:  bibliotecas, censo bibliotecas públicas muncipais
bibliotecas  censo bibliotecas públicas muncipais 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping