R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

23 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Educação/Notícias

Icone de Educação Educação

publicado em 21/02/2013 às 00h30:

Confira os setores que vão bombar de empregos para a Copa de 2014

Comunicação e administração são alguns dos principais setores beneficiados

Do R7


Publicidade

Os dois maiores eventos esportivos do mundo, a Copa do Mundo de futebol e os Jogos Olímpicos, estão cada vez mais perto do brasileiro. O primeiro deles, a Copa de 2014, deve estar nos planos de quem busca um lugar melhor no mercado de trabalho desde já, conforme sugerem os especialistas ouvidos pelo R7.

A vinda de estrangeiros e a movimentação de turistas brasileiros pelo País devem impulsionar a demanda por serviços em turismo, administração, comunicação e saúde, mas só tiram proveito do megaevento os profissionais que estiver preparado para prestar os serviços que serão procurados no próximo ano.

 No caso do setor turístico, por exemplo, o profissional deverá estar apto a acompanhar turistas pelos principais pontos da cidade, e, por isso, também é bom conhecer a história dos locais. Para isso, é preciso dominar línguas e se preparar desde já.

Leia mais notícias de Educação

Turismo

Segundo a ABPTUR (Associação Brasileira dos Profissionais do Turismo), um guia de turismo que fala inglês e tem boa comunicação ganha em média R$ 2.000 no início da carreira.  No próximo ano, as perspectivas de aumento de salário ganham corpo conforme a Copa se aproxima.

O mesmo vale para profissões como camareiros, garçons, cozinheiros, recepcionistas e agente de viagens, que atualmente ganham de R$ 1.200 a R$ 2.500, de acordo com o coordenador das áreas educacionais de Turismo e Hospitalidade do Senac São Paulo, Marcelo Calado.

Cargos ligados a gestão, contudo, recebem à partir de R$ 2.500, observa ele.

E não é só o salário que vai aumentar no setor. Para o diretor de marketing da empresa de recrutamento Catho, Luis Testa, a expectativa é que os empregos apresentem aumento no número de vagas.

— Em termos de quantidade não faltam profissionais, mas em termos de qualidade sim, precisamos dar um salto de qualificação no setor, principalmente em cargos de gestão, operação e questão do idiomas.

Administração

Com um salto atípico no número de visitantes nas principais cidades do País, a burocracia deve ser um desafio para os profissionais, conforme alertam os especialistas, e por tal motivo os cursos de administração de empresas devem ser mais valorizados com a Copa.

A dica de Calado é que o mercado procura pessoas formadas tanto em níveis técnicos, que duram dois anos, quanto em especializados, como tecnólogos e superiores.

Comunicação

O profissional que dominar bem idiomas, independentemente de qual for sua área, tem "sua vez" garantida entre os brasileiros que vão levantar uma grana extra com a Copa em 2014, uma vez que o inglês, por exemplo, é falado por 1% da população nacional, conforme lembra um dos franqueados da instituição de ensino profissionalizante Microlins, Roberto Joaquim.

— É fundamental falar outra língua. Durante estes eventos, o idioma principal será o inglês, pois é uma língua mundial. Teremos também turistas italianos, espanhóis, então já é necessário conhecer até um terceiro idioma.

Construção civil

Dados da Catho apontam que a construção civil teve destaque nos últimos anos com a expansão de crédito imobiliário e incentivos do governo. Nela, cresce a oferta de empregos devido aos eventos esportivos.

Saúde

Quanto ao setor de saúde, a carência de profissionais da área hoje já faz com que haja uma desproporção entre a quantidade de mão de obra qualificada e vagas oferecidas, ressalta Testa. Com o aumento de turistas no ano que vem, essa demanda tende a se agravar, alerta ele.

Serviços gerais

O setor de Serviços é o que mais ganha com a Copa, concordam os especialistas ouvidos pelo R7. A demanda por atendimento, manutenção, limpeza e de transportes cresce em relação à oferta de profissionais.

Segundo a Catho, diversas empresas precisam se preparar para os eventos esportivos que ocorrerão no Brasil e começam a montar suas equipes para aproveitar as oportunidades.

Colaborou Jéssica Rodrigues, estagiária do R7

Veja Relacionados:  copa, mundo, profissões
copa  mundo  profissões 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping