R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

24 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Educação/Notícias

Icone de Educação Educação

publicado em 28/01/2010 às 17h48: atualizado em: 28/01/2010 às 18h39

Saiba as notas mínima e máxima de cada prova do Enem

MEC calculou valores a partir da dificuldade das perguntas e do desempenho dos alunos

Do R7

O Inep, instituto de pesquisas do MEC (Ministério da Educação), divulgou nesta quinta-feira (28) as notas mínimas e máximas de cada prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Os valores foram feitos a partir do nível de dificuldade das perguntas e do desempenho dos estudantes para cada resposta, que compõem a TRI (Teoria de Resposta ao Item).

Veja na tabela abaixo o cálculo do Enem: 

Área do conhecimento

Menor nota TRI

Maior nota TRI

Ciências da natureza e suas tecnologias

263,3

903,2

Ciências humanas e suas tecnologias

300

887

Linguagens, códigos e suas tecnologias

224,3

835,6

Matemática e suas tecnologias

345,9

985,1

O Enem é formado por cinco notas: uma para cada área de conhecimento avaliada – ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e matemática – e a média da redação. Os textos escritos pelos alunos seguirão os mesmos critérios do Enem tradicional. 

Os limites de cada área do conhecimento não foram fixados em 0 e mil, conforme divulgado anteriormente pelo ministério, por isso, cada uma das quatro provas da tabela ganhou uma nota diferente.

Como não há uma média global de desempenho, apenas as médias de cada exame, o aluno terá de usar a escala do Enem para saber se foi bem ou mal na avaliação nacional.

Nessa escala, 500 representa a média de nota obtida por alunos concluintes do ensino médio que fizeram a prova em dezembro (não foram computadas notas de treineiros nem de que já se formou em anos anteriores nessa etapa). Ou seja, quem recebeu valores acima de 500, está melhor classificado na disputa por uma das 47,9 mil vagas disponíveis nas instituições federais de ensino - o máximo varia entre 887 (ciências humanas) e 985,1 (matemática). 

Agora, quem estiver abaixo dessa média, pode não conseguir passar no vestibular. As piores médias obtidas ficaram ente 224,3 ( linguagens) e 345,9 (matemática).   

De acordo com o Inep, os resultados de cada exame não representam apenas a proporção de questões que o estudante acertou na prova. Em cada uma das quatro áreas avaliadas, além do número de respostas certas, a média depende de dois fatores: dificuldade das questões (corretas e erradas) e consistência das respostas. Por isso, os alunos que acertam o mesmo número de itens podem obter médias de desempenho distintas.

Sistema online de seleção

Para saber a nota do Enem, o candidato preciso entrar no site do MEC e informar CPF e senha (que veio no cartão de confirmação). Se preferir, ele pode usar o número de inscrição do exame e a senha.

Com esses resultados nas mãos, o aluno poderá escolher o curso de graduação nas 51 instituições federais que substituíram o Enem pelo vestibular, a partir das 6h desta sexta-feira (29). Para ajudar na busca por uma das 47,9 mil vagas disponíveis, o MEC montou um sistema online de escolha, batizado de Sisu, que funcionará em três etapas até o dia 3 de março.

O portal entrou no ar na quarta-feira (27), mas somente com orientações aos estudantes. A expectativa do ministério é que mais de 2,5 milhões de alunos usem o sistema para se candidatar às vagas nas universidades - o portal do Sisu, diz o ministério, aguenta 200 mil acessos simultâneos.

A oferta de vagas será semelhante a um leilão: conforme os vestibulandos se inscrevem em cada uma das três rodadas, a nota de corte dos cursos vai subindo ou caindo, seguindo a pontuação geral e do peso atribuído às matérias.

Ao fim da primeira etapa, marcada para 3 de fevereiro, o sistema online do MEC calculará as vagas preenchidas. O sistema prevê uma sobra de oportunidades, que serão reabertas na segunda rodada. O mesmo processo será repetido na última fase.

As inscrições no site do Sisu devem ser feitas até as 23h59 do último dia de cada etapa. Veja o calendário oficial:

Cronograma

Primeira etapa

Segunda etapa

Terceira etapa

Prazo de inscrição no Sisu

29/2 a 3/2

15/2 a 20/2

1º/3 a 3/3

Divulgação dos resultados

5/2

22/2

5/3

Matrícula na instituição

8/2 a 12/2

23/2 a 26/2

9/3 a 12/3

 


 
Veja Relacionados:  enem, mec
enem  mec 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping