R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Novembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Educação/Notícias

Icone de Educação Educação

publicado em 08/11/2012 às 00h01:

Seis setores da indústria devem criar 625 mil vagas até 2015

Principal área é a de técnico em construção civil; salários podem ser de R$ 2.406,69

Do R7

Publicidade

Seis setores da indústria devem criar 625 mil vagas até 2015. É o que aponta o novo recorte do Mapa do Trabalho Industrial 2012, feito pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). De acordo com o estudo, as construtoras, as empresas de prestação de serviços à indústria, as fábricas de veículos, as de máquinas e equipamentos, as de alimentos e bebidas e as de roupas e acessórios serão responsáveis por 52% das vagas que devem ser criadas na indústria até 2015.

Segundo o mapa, isso significa a criação de 625 mil postos de trabalho nas áreas. A pesquisa estima ainda que a indústria brasileira vai criar 1,1 milhão de empregos para profissionais de nível técnico e de média qualificação nos próximos três anos. Além disso, prevê que o setor precisará qualificar 6,1 milhões de trabalhadores para acompanhar os avanços tecnológicos. 

Entre os profissionais de nível técnico, a ocupação que lidera a demanda, com mais de 16 mil vagas, é a de técnico em construção civil. Depois, vem o técnico de controle da produção nas montadoras de veículos (com 9.500 vagas) e no setor que presta serviços principalmente às empresas (com 8.255 vagas). Em seguida, está o operador de máquinas de usinagem por controle numérico computadorizado (4.700 vagas). 

Saiba mais sobre as seis profissões que devem crescer até 2015

Leia mais notícias de Educação

O salário médio das 15 profissões de nível técnico com maior número de vagas nos próximos anos é de R$ 2.406,69. Com dez anos de profissão, a remuneração média desses profissionais sobe para R$ 4.039,75.

Segundo o Mapa do Trabalho Industrial, é importante ressaltar que as três ocupações de nível técnico com maior demanda por trabalhadores qualificados exigem conhecimento de matemática e programação em computador.  

Cursos profissionalizantes 

Já entre os profissionais com formação em cursos profissionalizantes com mais de 200 horas, a maior necessidade é por operadores de máquinas de vestuário (25 mil vagas), seguidos dos operadores de instalações e máquinas de produtos plásticos e de borracha (11 mil vagas) e dos marceneiros (10 mil). 

Entre eles, a média salarial das 15 ocupações com maior quantidade de vagas é de R$ 1.337,04. Com dez anos de profissão, a remuneração média sobe para R$ 2.050,11. 


 

 
Veja Relacionados:  setores,industria,vagas,técnicos,construção
setores  industria  vagas  técnicos  construção 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping