R7

Buscar no R7

Terça-feira, 18 de outubro de 2011

publicidade

Notícias

Fonte:

publicado em 03/10/2010, às 08h28:

Candidato com ficha suja pode ganhar a eleição e não assumir o posto

Novo ministro do Supremo, indicado por Lula, decidirá sobre candidaturas em novembro

Do R7

Mesmo vencendo a eleição, candidatos com ficha suja poderão não assumir o posto. O Tribunal Superior Eleitoral alega que os votos que tiveram a candidatura impugnada vão ser contados, mas ficarão pendurados a espera de uma definição do Supremo sobre a validade da Lei da Ficha Limpa. Só então, parlamentares como Paulo Maluf poderão saber se ganharam a eleição e quantos deputados ajudaram a eleger. Na eleição passada, a votação recorde de Maluf ajudou a levar ao Congresso mais três deputados para o Partido Progressista.

Desta vez, tudo vai ser diferente, por exemplo, na eleição proporcional para deputado federal e estadual. A falta de definição sobre a validade da lei pode afetar também os candidatos com ficha limpa, pois vai modificar a distribuição proporcional das cadeiras nos legislativos. Quem ganhar a eleição vai ter que ficar de quarentena até poder comemorar. Assista ao vídeo para



A palavra final sobre a ficha limpa pode sair só em novembro, quando o novo ministro do Supremo tiver sido indicado por Lula e sabatinado pelo Senado. Ele assume com o poder de desempatar a questão, afirma Eduardo Alckmin, ex-ministro do TSE.

- O ministro que vai ser nomeado já terá sobre ele o encargo de decidir o destino destas candidaturas.

Para o presidente do TSE, Ricardo Lewandowki, o eleitor tem mais um motivo para pensar duas vezes antes de votar em um candidato com ficha suja.

- Aqueles que eventualmente quiserem votar em um candidato que tem o seu registro indeferido correrão realmente o risco de ter, no futuro, o voto anulado.

x

Envie para um amigo

publicidade

Shopping

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009-2011 Rádio e Televisão Record S/A