Internacional

26/12/2012 às 10h30 (Atualizado em 26/12/2012 às 10h30)

Bombardeio das tropas do governo sírio mata 17 crianças, denuncia oposição

EFE

Cairo, 26 dez (EFE).- Pelo menos 20 pessoas morreram nesta quarta-feira, entre elas várias crianças e mulheres, em bombardeios das tropas do governo da Síria na cidade de Al Qahtaniya, na província de Al Reqa, na fronteira com a Turquia, segundo opositores do regime. Os Comitês de Coordenação Local disseram que o bombardeio matou 17 crianças e três mulheres, enquanto o Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que há oito menores e três mulheres entre as vítimas. Os opositores divulgaram no YouTube um vídeo de 38 segundos de duração com imagens dos supostos corpos de várias crianças mortas no ataque no chão de um cômodo. Os Comitês informaram que o exército do regime usou sua artilharia para atacar Al Qahtaniya. Essas informações não puderam ser verificadas de forma independente devido às restrições impostas pelo regime sírio à imprensa. Enquanto isso, os opositores denunciaram que continuam os bombardeios em bairros da periferia de Damasco como Yobar e Zabadani, também palcos de confrontos entre os insurgentes do Exército Livre Sírio (ELS) e as forças governamentais. EFE hh-ssa/id
  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!