Internacional

9/2/2013 às 00h30

Brasileiros barrados no porto de Los Angeles conseguem desembarcar em San Francisco

Os tripulantes do cruzeiro Costa Deliziosa seguem em direção ao Havaí, após desembarcarem sem problemas em San Francisco

Do R7*

Os nove tripulantes brasileiros do cruzeiro Costa Deliziosa, que haviam sido barrados no porto de San Pedro, em Los Angeles, no fim de semana passado, puderam desembarcar sem problemas na última terça-feira (5) no porto de San Francisco, ambas cidades no Estado norte-americano da Califórnia.

Em entrevista por e-mail ao R7, o dançarino Osíris Pietro Cavalcante da Silva, que trabalha no cruzeiro, confirmou que os brasileiros desceram do navio, em San Francisco, onde o navio ficou atracado por um dia.

— Não fomos impedidos de descer hoje (terça), aguardaremos dia após dia.

No final da tarde de quarta-feira (6), o cruzeiro seguiu para Honolulu, no Havaí, onde deve chegar no dia 11, segundo Osíris.

— [Apesar de termos conseguido desembarcar], ainda assim queremos entender e compreender o ocorrido, bem como saber de onde, por quem e por que fomos discriminados como nação e barrados daquela forma [em Los Angeles].

O secretário do consulado do Brasil em Los Angeles, o diplomata Leonardo Valverde, informou ao R7 na sexta-feira (8) que um comunicado formal foi enviado pela representação brasileira às autoridades norte-americanas no domingo (3), mas até agora, cinco dias após o ocorrido, não obteve resposta.

No último sábado (2), nove brasileiros e outros tripulantes de 14 países do navio foram impedidos de desembarcar no porto que dá acesso à cidade de Los Angeles.

Para o secretário do consulado, os brasileiros podem ter sido vítimas de discriminação por parte dos órgãos de imigração dos Estados Unidos. Essa também é a opinião de Osíris.

— Eu gostaria muito de saber por que os Europeus puderam sair. Essa é a parte que acho discriminatória.

Por meio de nota, o grupo Costa Cruzeiros confirmou que os tripulantes de 15 países foram barrados em Los Angeles: Bolívia, Brasil, Chile, China, Colômbia, República Dominicana, Guatemala, Honduras, Índia, Indonésia, Jamaica, Peru, Filipinas, Tailândia e Nepal.

Segundo a empresa, a decisão partiu da "autoridade migratória local".

O R7 entrou em contato durante toda a semana com o consulado dos Estados Unidos em São Paulo, mas, até a publicação desta reportagem, não obteve resposta.

O Costa Deliziosa saiu de Savona, na Itália, em 6 de janeiro.

A embarcação, que possui 1.130 cabines, quatro restaurantes, cassino e spa, já passou por cidades da Europa, Caribe e México. Ele deve retornar à cidade italiana em 16 de abril, após fazer a volta ao mundo em cem dias.
 

* Marta Santos, estagiária do R7

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Homem das cavernas

Iraniano não toma banho há 60 anos e usa pedaço de cano como cachimbo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Desumano

Menino de 11 anos vive acorrentado como cachorro pela família na China

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!