Internacional

6/12/2012 às 10h19 (Atualizado em 6/12/2012 às 10h43)

Chanceleres do Mercosul iniciam reunião sem ministro venezuelano

Reunião analisará o processo de incorporação da Venezuela e as possíveis admissões da Bolívia e do Equador

EFE

Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, cumprimenta o chanceler argentino, Héctor Timerman, no Palácio do Itamaraty, em Brasília AP Photo/Eraldo Peres

Os chanceleres dos países do Mercosul iniciaram nesta quinta-feira (6) a reunião preparatória da Cúpula de amanhã em Brasília sem a presença do ministro venezuelano Nicolás Maduro, cujo país participa pela primeira vez da principal reunião do bloco desde que foi admitido como membro pleno, em julho.

Na reunião do Conselho do Mercado Comum (CMC) do Mercosul estão presentes os chanceleres do Brasil, da Argentina e do Uruguai.

Representantes do Paraguai, suspenso temporariamente do órgão, também não participam da cúpula.

A reunião foi aberta com um café da manhã no Palácio do Itamaraty, onde o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, recebeu seus colegas da Argentina, Héctor Timerman, e do Uruguai, Luis Almagro.

Mercosul dá boas-vindas para Venezuela, mas mantém Paraguai na geladeira

Mercosul deverá manter suspensão do Paraguai em reunião em Brasília

Venezuela é o país mais corrupto da América Latina, diz Transparência Internacional

Paraguai: o protagonista ausente da cúpula de Brasília

A Venezuela está representada na reunião pela vice-ministra de Relações Exteriores para a América Latina e o Caribe, Verónica Guerrero.

Fontes da Chancelaria brasileira consultadas pela Agência Efe disseram desconhecer as razões da ausência de Maduro e se chegaria atrasado ou cancelaria sua participação no encontro.

A ausência aumentou as dúvidas sobre a possível participação do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que está em Cuba desde 27 de novembro para se submeter a um tratamento de oxigenação hiperbárica e fisioterapia.

A presença de Chávez em sua primeira Cúpula do Mercosul como membro pleno não foi confirmada nem descartada pela Venezuela ou pelo Brasil.

Patriota, como anfitrião, cumprimentou seus colegas no alto da escada principal do Palácio do Itamaraty para posar para os fotógrafos em um dos pontos mais emblemáticos do prédio em homenagem a seu criador, o arquiteto Oscar Niemeyer, que morreu ontem à noite no Rio de Janeiro. O corpo de Niemeyer será velado nesta quinta-feira no Palácio do Planalto, outra obra de sua autoria. 

Na reunião de cúpula de hoje os chanceleres analisarão os avanços no processo de incorporação da Venezuela ao Mercosul e as possíveis admissões da Bolívia e do Equador.

Quer ficar bem informado? Leia mais

O que acontece no mundo passa por aqui

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Onde o terror acontece

Cinco países são responsáveis pela maioria dos mortos pelo terrorismo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Meio ambiente

Mudanças climáticas podem aumentar o risco de uma nova guerra mundial?

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!