Internacional

10/2/2013 às 13h04 (Atualizado em 10/2/2013 às 13h23)

Costa leste dos EUA se recupera de tempestade que bateu recorde de neve

Nevasca causou uma dezena de mortos e deixou sem energia elétrica 660.000 pessoas

EFE

Estados americanos se recuperam aos poucos da forte tempestade de neve Matt Campbell / EFE

Os estados do litoral nordeste dos Estados Unidos se recuperam pouco a pouco neste domingo (10) da forte tempestade que deixou um acúmulo recorde de neve em algumas localidades. A tempestade, que castigou a Nova Inglaterra durante sexta-feira e sábado com ventos de até 130 km/h, deixou até um metro de neve em algumas regiões do estado.

No entanto, o Serviço Nacional de Meteorologia disse em seu último boletim que a "grande tempestade de neve terminou na maior parte de Nova Inglaterra". Nova York, Connecticut, Rhode Island, Massachusetts, New Hampshire, Vermont e Maine também sofreram os efeitos da tempestade "Nemo".

EUA contam prejuízo após supertempestade de neve

Em Portland (Maine), os 81 centímetros de neve registrados quebraram o recorde estabelecido em 1979, segundo dados reunidos pelo canal "Weather Channel", especializado em meteorologia. Em Long Island, os 80 centímetros acumulados em algumas localidades do condado de Suffolk também foram um recorde.

Neve causou dez mortes nos EUA

Em Hartford (Connecticut), os 57,9 centímetros acumulados transformaram a tempestade de neve na segunda mais forte já registrada. O recorde foi em 12 de janeiro de 2011, com 60,9 centímetros. Em Worcester (Massachusetts), a "Nemo" foi a terceira maior tempestade do local, com 72,8 centímetros de neve, enquanto em Concord (New Hampshire) foi a segunda, com 60,9 centímetros.

Veja as melhores fotos deste domingo (10)

Em Boston, uma das cidades grandes mais afetadas, houve um acúmulo de 63,2 centímetros, a seis centímetros do recorde. A tempestade provocou ainda forres ventos em localidades como Cuttyhunk (Massachusetts), onde alcançaram 133 km/h; Westport (Connecticut), com 131 km/h; e nas proximidades da ilha Plum (Nova York), com 120 quilômetros km/h.

A tempestade causou uma dezena de mortos e deixou sem energia elétrica 660.000 pessoas. 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!