Internacional

26/6/2013 às 09h55

Dezenas de detentos cortam os pulsos em prisão russa

De acordo com autoridades, todos os presos receberam atendimento médico e estão fora de perigo

Trinta e nove prisioneiros de uma unidade penitenciária de Irkutsk, na Sibéria, cortaram os pulsos nesta quarta-feira  (26) para protestar contra as condições de detenção, anunciaram as autoridades penitenciárias russas.

"Na manhã desta quarta-feira, quase 400 pessoas se reuniram na praça central da instituição. Trinta e nove condenados cortaram os pulsos de maneira superficial, com uma intenção evidente de chantagem", afirma um comunicado do departamento local do Serviço Russo de Aplicação de Penas.

De acordo com a nota, todos os presos receberam atendimento médico e estão fora de perigo.

Veja imagens do dia

Viajantes mostram suas visões do mundo

"Os detentos pediam um alívio das condições da prisão", segundo o comunicado, que destaca que a situação voltou ao normal depois de várias horas.

Segundo a Procuradoria-Geral, os detentos reclamavam dos preços na loja da prisão, da qualidade da comida e do atendimento médico.

O que acontece no mundo passa por aqui

Moda, esportes, política, TV: as notícias mais quentes do dia

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!