Emissora árabe diz que líder do Estado Islâmico continua vivo

"Califa" do grupo terrorista estaria escondido em Raqqa, na Síria

Abu Bakr al Baghdadi estaria vivo e escondido na Síria
Abu Bakr al Baghdadi estaria vivo e escondido na Síria Reprodução

Em meio aos rumores sobre a possível morte de Abu Bakr al Baghdadi, líder do grupo terrorista EI (Estado Islâmico), uma fonte do Ministério do Interior do Iraque disse que o "califa" continua vivo e está escondido em Raqqa, na Síria.

A informação é da emissora de TV saudita Al Arabiya, que cita um homem chamado Abu Ali al Basri, "alto responsável" de segurança e dos serviços antiterrorismo na pasta. Raqqa é a principal fortaleza do EI na Síria e alvo constante de ataques aéreos da Rússia, que defende o presidente Bashar al Assad.

'Corte esse pé ou eu te mato': Crianças revelam como eram obrigadas a mutilar prisioneiros do Estado Islâmico

Iraque ataca Estado Islâmico em Mosul dias após declarar vitória

Em uma dessas operações, em 28 de maio de 2017, Baghdadi pode ter sido morto, segundo Moscou, que nunca deu certeza sobre o falecimento do terrorista. No último dia 11 de julho, uma emissora iraquiana, a "Al Sumaria", reforçou a hipótese ao publicar que a morte do líder do EI já havia sido anunciada a alguns milicianos do grupo.

No entanto essa informação nunca foi confirmada pelos Estados Unidos nem pelo Iraque. Autodenominado "califa", Baghdadi lidera o Estado Islâmico desde 2010 e, sob seu comando, o grupo expandiu seu território, conquistou importantes zonas de Iraque e Síria e disseminou a ideologia jihadista pelo mundo.